sábado, 6 de dezembro de 2008

Plebiscito para toda a Orla

O Veto do Estaleiro atende à indignação e aos clamores populares.

A cidade deu-se conta que mudanças fundamentais no perfil da orla – como a possibilidade de moradia - estavam sendo decididas e exige participar. Portanto, a consulta à população deverá ser sobre toda a orla e não só sobre a área do Estaleiro.

O prefeito Fogaça anuncia projeto sobre a orla em estudo na Secretaria do Planejamento e a discussão do Plano diretor no próximo ano, justificando assim que a consulta à população seja só para o Estaleiro. Será que não aprendeu ainda que a cidade quer e tem o direito legal de incidir sobre as diretrizes centrais destes temas? E os próprios projetos para a Copa, especialmente o do Inter para a beira do Guaíba, deverão observar a vontade popular.

Não é preciso aprovar mudança de Regime Urbanístico em toda área que o Inter ocupa hoje, por exemplo, para recebermos a Copa. Vamos centrar no que viabiliza a cobertura e qualificação do Estádio e os outros empreendimentos deverão merecer estudo mais cuidadoso, em operação concertada e preservadas as áreas públicas. O desgaste do estaleiro tem que trazer lições tanto para quem tentou à força desrespeitar a vontade da população, quanto para quem se omitiu até agora.
Não é contraditório o Prefeito dizer que o interesse da população deve preponderar e enviar à Camara projeto de Lei que transforma TODA A ÁREA HOJE OCUPADA PELO INTER em ZONA MISTA 3, isto é autorizando construir moradia, indústria, comércio, e subir até 26 andares as edificações na beira do Guaíba? E mais, incluindo nesta liberação áreas públicas?

Com o veto do Estaleiro queremos a mudança de postura para toda a Orla pois só assim a população e legislação serão respeitadas.

Vereadora Sofia Cavedon