segunda-feira, 18 de maio de 2009

Escola Gen Neto recorre ao MP nesta terça-feira

Denúncias, sobre a preocupante situação da Escola Estadual General Neto, serão feitas à Promotoria da Infância e Juventude do Ministério Público Estadual (MP), nesta terça-feira (19/Maio), às 11h, na sede do MP - Av. Aureliano de Figueiredo Pinto, 80.

O documento, contendo uma série de denúncias de descaso do Governo do Estado, será entregue ao MP por representantes do Conselho Escolar, Círculo de Pais e Mestres (CPM), da direção da Escola, e vereadora Sofia Cavedon (PT), membro da Comissão de Educação da Câmara Municipal de Porto Alegre. A reunião será na sede do MP - Av. Aureliano de Figueiredo Pinto, 80.

Conforme Sofia, de todas as demandas solicitadas pela comunidade escolar, entre elas a dispensa de licitação para reinício das obras de reconstrução do prédio, a única providência que a Secretaria Estadual de Educação tomou foi informar que irão “climatizar” os containers. A vereadora lembra que em março a secretária de Educação e o secretário de Obras do Governo do Estado informaram em audiência pública, realizada (17/03) pela Comissão de Educação da Assembléia Legislativa, que as demandas de manutenção da escola estavam sendo atendidas e que a licitação da obra seria prioridade. “Estamos em maio e as condições continuam insalubres, precárias e indignas para alunos, professores e funcionários da escola”, lamenta Sofia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ao postar seu comentário, por favor, deixe seu contato para que possamos retornar. Obrigada.