quinta-feira, 28 de junho de 2012

Sindicância da Smed não se justifica

Simpa e Atempa exigem o arquivamento do processo contra 8 diretores de escolas

foto mario pepo
A vereadora Sofia Cavedon (PT-PoA) levou seu apoio na manhã desta quinta-feira (28/6) aos diretores de escola do município de Porto Alegre que estão sofrendo sindicância da Smed após terem participado do Dia de Paralisação dos Municipários, realizado no dia 22 de maio.

Conforme Sofia, a medida não se justifica após o governo ter negociado com a categoria o dia parado. “Sindicância na Rede Municipal sempre foi para situações de gravidade e prejuízo ao serviço público, aplicadas assim como o governo municipal está fazendo, parece punição”, destaca a vereadora.

O Sindicato dos Municipários de Porto Alegre (Simpa) exigiu o arquivamento do processo de sindicância contra oito diretores de escola. Através de um documento entregue ao Executivo, o Sindicato denunciou o abuso de poder e as atitudes da secretária Cleci Jurach que ferem a Gestão Democrática.

O documento foi entregue ao secretário Cesar Busatto. A mobilização contou com a participação de aproximadamente 120 trabalhadores e ocupou a recepção do Gabinete do Prefeito.

Veja a íntegra do documento no Portal do Simpa

Veja também: 
22 de junho de 2012
Repúdio a sindicância da Smed