sexta-feira, 6 de julho de 2012

RS Mais Igual faz balanço do primeiro ano de atividades

foto claudio fachel/ palácio piratini   
Presidente da Frente Parlamentar de Combate à Fome e à Miséria da Câmara Municipal de Porto Alegre, a vereadora Sofia Cavedon (PT-PoA) participou da primeira reunião do Comitê Gestor do programa estadual RS Mais Igual, realizada nesta sexta-feira (06/7) no Palácio Piratini, onde foi apresentado o balanço do primeiro ano de atividades das políticas aplicadas para a erradicação da pobreza extrema no Rio Grande do Sul.

Em sua manifestação, Sofia alertou: “Como presidente da Frente Parlamentar de Enfrentamento à Miséria, lido com as enormes dificuldades que Porto Alegre tem tido, desde a realização do Cadastro Único até as inscrições do Pronatec, que ficou muito abaixo do que podia”. Além disso, a vereadora destacou que existem muitos problemas com a busca ativa realizada pelo governo municipal.

foto claudio fachel/ palácio piratini    
Comitê Gestor acompanha e fiscaliza projetos e políticas para a erradicação da pobreza extrema

Ao destacar o avanço das políticas transversais desenvolvidas pelo Executivo, o governador Tarso Genro ressaltou a importância de aprofundar cada vez mais a articulação com as ações sociais do Governo Federal. "O RS Mais Igual não se trata de um programa complementar, mas estratégico para o que se propõe o Governo, que é reduzir as desigualdades sociais e regionais", afirmou.

O coordenador do programa e titular da Casa Civil, Carlos Pestana, apresentou os primeiros resultados obtidos pelo RS Mais Igual, após o primeiro ano de atividades, completado no dia 30 de junho. Somente em 2012, 44,9 mil famílias foram incluídas no Cadastro Único e, em quatro meses, 10,5 mil famílias foram beneficiadas com a complementação financeira do RS Mais Renda.

O encontro contou com a presença de secretários de Estado e representantes das 53 entidades que compõe o colegiado.

Saiba mais:
Governo apresenta balanço preliminar do RS Mais Igual