domingo, 22 de julho de 2012

Saúde é, disparado, o principal problema da população!

Foto Divulgação SC
Em suas andanças divulgando o seu trabalho como vereadora da capital, Sofia Cavedon confirma que a Saúde é o tema que mais pesa para a população. “Saúde é disparado o principal problema”, enfatiza a vereadora.

É o fechamento do PSF sem domicílio - equipe que atendia situação rua no Centro, .sem discussão alguma com o Conselho de Saúde, muito menos com os usuários. É a Unidade de Saúde do Jardim das Palmeiras com um único médico para milhares de famílias. “O Pediatra de férias, a Ginecologista de licença”, destaca Sofia.

Na Unidade Saúde Calábria tem que chegar às 5 horas da manhã para ter chance de conseguir consulta. Conforme a vereadora há relatos de cirurgias aguardadas por quatro anos - inclusive as ambulatoriais. “E na Unidade Bom Jesus sempre falta algum remédio e a espera para especialista é, no mínimo, de 6 meses e cirurgia, anos”.

Obra parada
Foto Divulgação SC
Já no Beco da Vitória, bairro Lageado, os moradores querem saber porquê obra parou, entupindo mais as valas, aumentando o barro e poeira. “Mas na placa da obra consta a construção de 500m de infraestrutura e a pavimentação”, denuncia Sofia.

Obra desconhecida
Foto Divulgação SC
E no Largo Glênio Peres, Sofia pergunta: "o que faz a prefeitura em pleno Largo Glênio Peres???? Já tirou os artesãos e a economia solidária...Chafariz?"





Copa
Foto Divulgação SC
Com relação às obras da Copa e os atingidos por elas, Sofia continua com a pauta, e em reunião com Fabio Sbardelotto, promotor de Justiça de Habitação e Defesa da Ordem Urbanística de Porto Alegre, e com o Comitê Popular da Copa, debateram a situação em que está a contrapartida das grandes obras. Dia 27 de julho Sofia reúne-se com a Promotora de Defesa do Patrimônio Público de Porto Alegre do Ministério Público Estadual (MP), para tratar sobre as obrigações da OAS Empreendimentos, que constrói a Arena do Grêmio, com a cidade de Porto Alegre.

Cultura
Foto Divulgação SC
E a Caravana Cultura esteve na Cia Studio Stravaganza, que está proibido de realizar espetáculos no local, pois precisa fazer "reciclagem de uso", se não, não volta a receber público. “Nossa Caravana Cultural está assumindo a bronca junto”, avisa Sofia afirmando que falta apoio do Poder Público Municipal para que o espaço, com mais de 400m2, retorne ao circuito cultural da cidade. O encontro foi com Adriane Mottola, Lauro Ramalho e membros da Cia.

No domingo Sofia abraçou o Araújo Vianna junto com Villa Prefeito e a Frente Popular - Governo de Verdade.