quarta-feira, 15 de agosto de 2012

Desmonte da Rede de Ensino Municipal será pauta de debate

Foto Divulgação SC
Realizar um debate político-cultural na Rede Municipal de Ensino, devido aos desmontes que vêm ocorrendo na área, como por exemplo, o do Centro de Danças da EMEF Loureiro da Silva, denunciado pela professora Carla Almeida Pfeifer é um dos encaminhamentos da Assembleia Geral da Associação dos Trabalhadores em Educação do Município de Porto Alegre (Atempa), realizada nesta terça-feira (14/8), no Auditório do Simpa.

Conforme a professora, o desmonte do Loureiro e de outras escolas está ocorrendo para dar lugar a oficinas do projeto de Turno Integral. Ela também relatou sobre a falta de condições de trabalho para os professores de dança na Rede Municipal. O grupo Professores de Dança em Movimento já havia apresentado as denuncias e reivindicações à vereadora Sofia Cavedon (PT-PoA), membro da Comissão de Educação da Câmara, em reunião realizada dia 10/8.

Sofia, presente na assembleia, salienta também que a democratização no Previmpa foi outra importante pauta debatida no encontro. “Quando criamos o Instituto de Previdência, os municipários indicavam os diretores Financeiro e Previdenciário. Com Fogaça e Fortunati são todos indicados pelo governo e o presidente se perpetuou”, enfatizou a vereadora.

Moção de Repúdio, Dossiê e Debate 

Foto Divulgação SC
Na assembleia a diretoria da Atempa apresentou a prestação de contas de 2011 e de janeiro a abril de 2012, seguida do relatório de atividades do ano passado. Também foram tirados os encaminhamentos:

- Fazer Moção de repúdio à Smed, por não permitir que os trabalhadores em educação participem da construção do Plano Municipal de Educação;
- Construir o Dossiê da gestão Cleci Jurach na Smed;
- Promover um debate sobre educação integral, inclusive com os candidatos à prefeitura de Porto Alegre. 

Saiba mais sobre a assembleia geral no Portal da Atempa.