segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Cootrario demite funcionárias que integram a Comissão Representativa da categoria

A Cootrario, cooperativa que atua nos serviços de cozinheiras, auxiliares de cozinha e auxiliares de serviços gerais da Rede Municipal de Ensino (RME) da capital, demitiu nos últimos dias, três funcionárias que trabalhavam como terceirizadas, sendo duas delas integrantes da Comissão Representativa da categoria na luta pelos direitos básicos da legislação trabalhista. 

Segundo a vereadora Sofia Cavedon (PT-PoA), que desde 2007 acompanha e apóia as ex-cooperativadas, “as funcionárias demitidas foram legitimamente escolhidas em Audiência Pública para representar a categoria, e não podem ser penalizadas pela luta de seus direitos”.

Sofia denunciou no Ministério Público do Trabalho (MPT) a demissão, sem justa causa e justificativa, desses três trabalhadores da Cootrario. Conforme retorno do procurador do Trabalho Philippe Gomes Jardim, o MPT irá instaurar representação para investigação das demissões. “Estou copiando a Dra. Juliana Pereira, Coordenadora da Coord. de 1º Grau, para providências”, respondeu o Procurador.

Foto Divulgação SC
Veja também: 
23 de fevereiro de 2012
Cooperativadas - Há 5 anos trabalhadoras lutam pelos seus direitos
25 de abril de 2012
Terceirizadas da Rede Municipal de Educação vão ao Sindicato
03 DE de agosto de 2012
Terceirizadas da RME terão reunião com Sindicato e Cooperativa no Ministério Público do Trabalho
25 de agosto de 2012
Descanso de 30 dias para cooperativados