domingo, 2 de dezembro de 2012

Greve da Carris – Categoria tem audiência no TCE nesta segunda

Foto Marta Resing
Sofia Cavedon agendou com o procurador-geral do Tribunal de Contas do Estado, Geraldo Costa da Camino, reunião com a Comissão de Negociação dos Funcionários da Carris, que será realizada logo após a audiência que a categoria tem no Ministério Público do Trabalho (MPT), agendada para a manhã desta segunda-feira (03/12), com a direção da Carris.

A pedido das trabalhadoras que integram a Comissão de Negociação, a vereadora Sofia Cavedon (PT-PoA) esteve na manhã deste domingo (02/12) na concentração dos funcionários, em frente a sede da empresa, no Partenon.

Foto Marta Resing
A categoria, em greve desde sexta-feira (30/11), reivindica o pagamento de R$ 1 mil na primeira parcela da premiação, além de melhores condições de trabalho, como mais segurança e equipamentos em boas condições; instalação de banheiros masculinos e femininos nos terminais de ônibus da empresa, uniformes para quem trabalha na oficina e melhoria de condição da mesma. 

Mas, destaca Sofia, conforme relataram integrantes da Comissão de Funcionários, do Sindicato dos Rodoviários e da CUT/RS, que está apoiando os rodoviários, os problemas da empresa e dos trabalhadores vão além, como excesso de CCs que desconhecem o serviço; sucateamento da frota e da oficina; paradas inadequadas, sujas, com algumas tendo o banheiro junto ao refeitório; não cumprimento de acordo coletivo; obras abandonadas como a creche e novo prédio administrativo inacabado que estão se depredando.

Foto Marta Resing
Para Sofia a situação é mais grave do que parecia ser. “O documento de denúncias e reivindicações dos e das trabalhadoras da Carris, que, através do seu chefe de gabinete, chegou ao prefeito com solicitação de agenda não atendida, aponta graves problemas de gestão na empresa.” A vereadora ficou espantada quando soube que, mesmo o prefeito sabendo da situação, nenhum secretário do município acompanha as negociações com a categoria.

Outras denúncias

Foto Marta Resing
A vereadora também ouviu as denúncias de que atualmente são 11 carros parados por falta de peças. “Isso significa 11 tabelas não cumpridas, por que nem a reserva está em dia”. Outra grave denúncia da comissão é o desmonte de um ônibus novo, de 2010, que está sendo usado como “repositor” de peças para os carros que estragam. “Ônibus novo adaptado, com ar condicionado, está sendo usado para reposição de peças em outros.”

Foto Marta Resing
Nesta segunda-feira (03) Sofia acompanhará a comissão nas audiências marcadas, sendo que no TCE a vereadora irá solicitar uma auditoria nas contas da Carris. “A sociedade precisa saber por que os dois prédios, que tiveram sua construção iniciada, estão há mais de dois anos inacabados e se deteriorando.”