segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Homenagem a Luciano Brasil será nesta terça

Banco de imagens da web
Iniciativa da vereadora Sofia Cavedon (PT-PoA), o promotor de Justiça de Habitação e Defesa da Ordem Urbanística do Ministério Público/RS, Luciano de Faria Brasil, será homenageado com o a outorga do Diploma Honra ao Mérito, em Sessão Solene nesta terça-feira (18), às 17h, no Plenário Otávio Rocha do Palácio Aloísio Filho, na Avenida Loureiro da Silva, 255, em Porto Alegre.

Para Sofia a homenagem a Luciano Brasil deve-se a sua trajetória, que tanto tem contribuído para o exercício da cidadania dos porto-alegrenses, como promotor e professor.

Luciano de Faria Brasil

Promotor de Justiça, Mestre em Filosofia e Doutorando em Filosofia, Luciano de Faria Brasil tem em seu extenso currículo profissional, inúmeras premiações no Concurso “O Melhor Arrazoado Forense”, que vem desde 2008, nas categorias Crime e Cível/Especializada, promovido pela Escola Superior do Ministério Público e pela Associação do Ministério Público do Rio Grande do Sul.

Luciano Brasil ingressou na carreira do Ministério Público do Rio Grande do Sul em dezembro de 1994 sendo, em seguida, nomeado Promotor de Justiça. Atuou nas Promotorias de Justiça de Lagoa Vermelha (1995), de Bento Gonçalves (1996) e de Lajeado (1999). Em 2002 foi designado para atuar como Promotor Corregedor e em 2005, por merecimento, para o cargo de primeiro Promotor de Justiça da Promotoria de Justiça de Habitação e Defesa da Ordem Urbanística da Comarca de Porto Alegre.

Nascido em 15 de setembro 1971, em Porto Alegre, Luciano Brasil também tem uma atuação significativa no Magistério, como palestrante em diferentes disciplinas na Escola Superior do Ministério Público, entre outras instituições renomeadas nacionalmente. Atualmente é Professor da Disciplina “Ações Coletivas” no Curso de Pós-Graduação em Direito Civil e Direito Processual Civil (com ênfase em Processo Civil), no Verbo Jurídico, em Porto Alegre, em abril e maio de 2012.

Como Promotor de Justiça, participa como palestrante em várias conferências, como a que tratou sobre o tema “Competências e responsabilidades dos agentes públicos no processo de desenvolvimento local”, no Seminário “A cidade contemporânea: novos paradigmas e velhos desafios”, promovido pela Fundação Ulysses Guimarães do Rio Grande do Sul.

Sua inserção vai além de palestras e conta com a publicação de dezenas de artigos públicos em veículos de comunicação nacionalmente conhecidos, assim como participou de Capítulos de livros, como Habitar a terra: ética e direito em um mundo pós-metafísico; Olhares sobre o público e o privado; Regulação e antitruste no setor bancário: uma hipótese de lacuna normativa; e Direito Sancionador: sistema financeiro nacional.