quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Corte de árvores: Audiência pública ampliará debate sobre duplicação de avenida

Foto Ederson Nunes/CMPA
A Câmara Municipal de Porto Alegre promoverá audiência pública noturna, ainda sem data marcada, para ampliar o debate sobre o projeto de duplicação da Avenida Edvaldo Pereira Paiva, no qual está prevista a retirada de 115 árvores. A decisão foi tomada em reunião da Comissão de Saúde e Meio Ambiente (Cosmam) realizada na manhã desta quinta-feira (14/2) no Auditório Ana Terra para ouvir esclarecimentos do Executivo sobre o corte iniciado no trecho da via localizado na Avenida João Goulart, em frente à Usina do Gasômetro. A duplicação faz parte das obras, segundo o Executivo, para a realização da Copa do Mundo de 2014.

Uma maior participação popular na discussão do projeto foi cobrada pela comunidade, vereadores e ambientalistas. O presidente da Associação Gaúcha de Proteção ao Ambiente Natural (Agapan), Francisco Milanez, disse que faltou ao governo municipal fazer estudos de alternativas para o projeto de duplicação que reduzam o impacto ambiental. Lembrou que esses estudos são exigidos por resolução do Conama. O arquiteto também defendeu a realização de audiências públicas sobre projetos desse tipo. “Quanto mais audiências públicas, mais ideias surgirão; as decisões não podem ser traçadas apenas por algumas cabeças”, declarou.

Sofia Cavedon (PT) sugeriu que o fluxo na Edvaldo Pereira Paiva seja favorecido com a retirada de algumas sinaleiras e a construção de passarela de pedestres junto ao Gasômetro. A vereadora também lembrou que o projeto é ilegal, fere o artigo 154 do Plano Diretor, inc XIII e XXI que prevêem parque no local, integrando as áreas da orla e praças!

Foto Desirée Ferreira/CMPA
Cesar Cardia, da Gonçalo de Carvalho, afirmou, com exemplos, que a prefeitura não quer participação e tenta legitimar em fóruns não representativos suas intervenções. Já a ciclista Heloísa Hassen destacou que a Usina é símbolo de luta de Porto Alegre.

Na tribuna da Câmara Sofia elogiou os vereadores que participaram da reunião da reunião da Cosmam. “Esse é o nosso papel. Todos os vereadores são a voz da população. A Câmara é para escutar, para chamar atenção”, disse.

Veja a integra da matéria no Portal da Câmara de Porto Alegre.

Veja também: 
Cortes de árvores no Gasômetro estão suspensos até audiência do MP - Matéria publicada no Portal do Correio do Povo.