segunda-feira, 11 de março de 2013

Educação e Gênero foram debatidos em Jaguarão

Sofia Cavedon palestrou em Seminário de Educação no município 

"Assim como a educação nos torna humanos, qual mulher e que homens estamos formando?”

Foto Divulgação SC
Representando a Câmara Municipal de Porto Alegre, a presidente da Comissão de Educação, Cultura, Esporte e Juventude (Cece) da Casa, vereadora Sofia Cavedon (PT-PoA), palestrou sobre as consequências da feminilização da educação na qualidade do ensino, nesta segunda-feira (11/03), no Seminário de Formação com Equipes Diretivas e Professores da Rede Municipal de Jaguarão/RS.

Conforme Sofia, que falou sobre a desvantagem de tempo para a formação intelectual às mudanças que o currículo deve ter para contribuir na superação da realidade na sociedade, “somos a maioria mulheres, como fazemos educação de qualidade se não temos tempo para nos tornarmos intelectuais, pois não há divisão do trabalho doméstico e a profissão é desvalorizada financeira e socialmente?" Para a vereadora o questionamento aponta que “a discriminação de gênero é, portanto, questão central a ser enfrentada pela educação!”

Em sua manifestação, Sofia destacou a cultura milenar imposta às mulheres, que vai desde os padrões comportamentais, os salários mais baixos até a carga de trabalho doméstico e sua interferência na educação, “uma vez que as mulheres que são a grande maioria no magistério da Educação Básica, além das situações de opressão, exploração sexual e bullying que vivem alunas e alunos”.

Veja também: 
Mulheres, Educação e PT na pauta dos encontros