domingo, 3 de março de 2013

Luís Lauermann é o novo prefeito de Novo Hamburgo

Foto Homero Schuch/G1
Petista teve 55,84% dos votos válidos na eleição suplementar 

O petista Luís Lauermann venceu neste domingo a disputa pela prefeitura de Novo Hamburgo. Com 100% dos votos apurados, ele teve 55,84% (70.521) dos votos válidos e superou Paulo Kopschina (PMDB), que somou 44,16% (55.781).

A eleição foi tranquila na cidade, e o único percalço foi a ausência de cerca de 35% dos mesários, que correspondem a 550 pessoas, A Justiça Eleitoral da cidade teve de convocar voluntários inscritos como suplentes para ocupar algumas dessas vagas. As substituições porém não foram suficientes: as zonas eleitorais, que deveriam funcionar com quatro mesários, funcionam com três ou mesmo dois. Alguns dos mesários foram acusados de boca de urna. Com isso, a Justiça Eleitoral expediu quatro mandados de prisão.

O pleito na cidade do Vale do Sinos teve ser repetido porque a eleição de outubro de 2012 foi anulada. O ex-prefeito que buscava a reeleição, Tarcísio Zimmermann (PT), foi enquadrado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nas regras da Lei da Ficha Limpa. O resultado da votação realizada em outubro de 2012 foi anulada. O petista havia obtido 53% dos votos. Zimmermann tentou concorrer da decisão do TSE, mas teve o registro impugnado pela Justiça Eleitoral local. O PT, então, indicou o deputado Luís Lauermann, que seria vice de Zimmermann, para a cabeça da chapa.

A oposição manteve o candidato que apresentou na primeira eleição, Paulo Kopschina (PMDB), mas tem agora Lorena Mayer (PDT) como vice. A pedetista foi vice-prefeita de Novo Hamburgo durante os quatro anos de governo de Zimmermann, mas trocou de lado na eleição suplementar porque não aceitou compor uma chapa com Lauermann. 

Matéria publicada no Portal do Correio do Povo.