terça-feira, 9 de abril de 2013

Cia de Arte busca apoio para manter centro cultural

Foto Ederson Nunes/CMPA
É um espaço que foi uma conquista dos artistas de Porto Alegre e que precisa de uma participação mais efetiva da prefeitura”. Sofia Cavedon

A Comissão de Educação, Cultura, Esportes e Juventude (Cece), presidida pela vereadora Sofia Cavedon (PT), visitou na tarde desta terça-feira (9/4), o Centro Cultural Cia da Arte, localizado na Rua dos Andradas, 1.780. A atividade faz parte das ações de vistoria da Câmara Municipal de Porto Alegre que tem o objetivo de verificar as condições de segurança dos locais administrados pela Secretaria Municipal de Cultura (SMC).

Na visita foram relatadas aos vereadores as dificuldades enfrentadas para manter a área em funcionamento. O prédio de nove andares, localizado no Centro da Capital, está cedido desde 2000 à Cia da Arte, grupo que reúne entidades culturais. No local, há espaço para oficinas e ensaios de teatro, dança e música. Além disso, existe uma biblioteca com 800 livros que é aberta à comunidade.

Foto Ederson Nunes/CMPA
Entretanto, o imóvel da prefeitura sofre com a falta de manutenção, o que acarreta uma série de problemas de infraestrutura, como infiltração de água, por exemplo. “O Conselho Gestor acaba ficando onerado com essas coisas, quando deveria estar voltado a elaborar a programação artística”, comentou o vice-presidente da Cia da Arte, Marco Alexandre Fronckowiak.

Elaborado com recursos próprios da Cia, o Plano de Prevenção e Combate à Incêndio (PPCI) ainda não foi implementado. A estimativa é de que seja necessário investir cerca de R$ 40 mil para a total implantação do PPCI.

Segundo Tânia Baumann, do Conselho de Projetos, é de interesse da Cia da Arte que a prefeitura passe a usufruir mais do prédio. “Existe aqui a possibilidade de uma gestão mais autônoma, mas a questão estrutural impede um uso maior dos espaços, que são públicos.”

Foto Ederson Nunes/CMPA
A presidente da Cece, Sofia Cavedon, sugeriu que o convênio seja revisto para que o Município tenha mais responsabilidades com relação à manutenção do imóvel. “É um espaço que foi uma conquista dos artistas de Porto Alegre e que precisa de uma participação mais efetiva da prefeitura”, destaca a vereadora.

Atualmente, apenas as contas de água e de energia elétrica são pagas pelo executivo municipal. Ficou definido que a comissão deverá propor que conste no Plano Plurianual o investimento de verbas para a recuperação do prédio. Outra ideia é elaborar uma emenda ao Orçamento para garantir recursos já no ano que vem.

Além de Sofia, os vereadores Séfora Mota (PRB) e Tarciso Flecha Negra (PSD) participaram da visita.

Matéria publicada no Portal da CMPA.