quinta-feira, 11 de abril de 2013

Largo Glênio Peres - Espaço Público da Capital

Foto Divulgação SC
Sofia Cavedon, vereadora do PT da capital, participou nesta quinta-feira (11/4) da reunião do Fórum Municipal de Economia Solidária, que debateu as políticas que envolvem o setor. Conforme Sofia foi feita uma análise sobre “o conjunto de políticas que vem excluindo a cultura popular do centro nobre da cidade, das resistências e combates que se faz e derrotas, como a perda da Feira Estadual de Economia Solidária que se realizava no Largo Glênio Peres”.

Segundo a vereadora está em vigor em Porto Alegre a lei que restringe a realização de atividades no Largo Glênio Peres. A medida, proposta pela prefeitura, havia sido aprovada na Câmara Municipal em dezembro do ano passado e foi sancionada pelo prefeito em exercício, vereador Mauro Zacher (PDT), no dia 6 de fevereiro. A lei determina que somente a Feira do Peixe pode ocorrer no Largo Glênio Peres. Todas as outras estão proibidas, inclusive a Feira de Economia Solidária, que acontecia anualmente no local. “Mas vamos construir juntos a retomada deste espaço”, afirmou Sofia em sua manifestação.

Sofia apresenta projeto 

Foto Divulgação PMPA
Também tramita na Câmara Municipal de Porto Alegre, projeto de lei de Sofia que retira o estacionamento de veículos no Largo Glênio Peres, das 17 às 20h, proporcionando a utilização do espaço aos artistas populares.

Para Sofia o Largo Jornalista Glênio Peres tem uma vocação para a congregação de pessoas que procuram acesso ao Mercado Público, que caminham em direção ao transporte público e que, por isso, deve privilegiar a circulação a pé. “Nesta perspectiva, apresentei a proposição que vem ao encontro da reafirmação do largo Glênio Peres, como espaço público especial da cidade”, destaca a vereadora.

Conheça o projeto de lei - Largo Glênio Peres - Espaço Público da Capital

Veja matéria completa sobre a Lei que restringe o uso do Largo Glênio Peres no Portal Sul21.