quarta-feira, 17 de abril de 2013

MP recorre para impedir corte de árvores no entorno da Usina do Gasômetro

Foto Ricardo Giusti/CP
MP recorre para impedir corte de árvores no entorno da Usina do Gasômetro

O Ministério Público do Estado (MP) entrou com um recurso judicial para tentar barrar o corte de 93 árvores do trecho compreendido entre a futura Rótula da avenida Edvaldo Pereira Paiva e a Rótula das Cuias, visando a duplicação da via, prevista para a Copa do Mundo de 2014. Ontem, a Justiça autorizou a derrubada, que pode ocorrer a partir desta quinta-feira.

Foto Portal Gonçalo de Carvalho
A juíza Nadja Mara Zanella, da 10ª Vara da Fazenda Pública, decidiu que poderão ser removidas as árvores porque o trecho está fora dos limites sugeridos na ação civil pública movida pelo MP pedindo a instalação do Corredor Parque do Gasômetro. Conforme a magistrada, como a área mínima do parque não compreende a avenida Loureiro da Silva e o Parque da Harmonia, na parte em que é previsto o corte de vegetais, não se justifica a suspensão da derrubada. A área mínima do parque abrange a orla do Guaíba até a ponta do Cais Mauá, o Museu do Trabalho e o entorno e as Praças Brigadeiro Sampaio e Júlio Mesquita. O MP quer que a decisão da juíza só ocorra ao final da ação civil.

A mesma decisão da magistrada mantém suspensa a licença de duplicação da Beira-Rio - e por consquência a derrubada de árvores - no trecho da avenida Presidente João Goulart, entre a rua General Portinho e até o limite da futura Rótula da Edvaldo Pereira Paiva. Neste ponto, durante a derrubada de árvores, em fevereiro, houve protesto de manifestantes contrários à retirada dos vegetais.

Foto Portal Gonçalo de Carvalho
 Secretaria de Gestão prevê remoção de 93 vegetais “nos próximos dias”

Responsável pelos empreendimentos para o Mundial, a Secretaria Municipal de Gestão informou no início da tarde que os cortes estão previstos para ocorrer “nos próximos dias”

Fonte: Samuel Vettori / Rádio Guaíba - Portal do Correio do Povo.