segunda-feira, 10 de junho de 2013

Basta de Violência Contra a Mulher - Ato nesta quarta-feira

Arte Mario Pepo
Ato pelo fim da violência contra as mulheres e pela afirmação da igualdade entre homens e mulheres, será realizado nesta quarta-feira, 12 de junho, às 11h30min, na Esquina Democrática, em Porto Alegre.

Tragam cartazes, bandeiras e vamos a luta!

Leia a Resolução 006/2013 do Partido dos Trabalhadores do RS (PT/RS) 

BASTA DE VIOLÊNCIA CONTRA AS MULHERES 

A última semana foi marcada por graves ataques aos direitos e à vida das mulheres do Rio Grande do Sul e do Brasil. No RS oito mulheres foram assassinadas, vítimas de crimes passionais, motivados por uma cultura machista que ainda hoje permite que a mulher seja tratada como propriedade do marido ou companheiro. 

No cenário nacional, o retrocesso ficou por conta da aprovação na Comissão de Tributação da Câmara Federal, do Projeto de Lei que cria o Estatuto do Nascituro. Este, entre outras afrontas, propõe a criação da “bolsa estupro” e concede ao estuprador os direitos paternos sobre a criança gerada através deste crime hediondo.

Diante disso, a Comissão Executiva Estadual do PT/RS manifesta seu total apoio aos atos que estão sendo organizados pelos movimentos feministas e de mulheres em protesto contra essa situação. Entendemos que o Poder Judiciário precisa fazer a sua parte, ampliando os recursos destinados à fiscalização do cumprimento das medidas protetivas, bem como dando celeridade na tramitação e julgamento dos processos oriundos da Lei Maria da Penha.

Orientamos todos(as) prefeitos(as), vices, vereadores(as), direções municipais e setoriais do PT/RS a participarem ativamente da organização de atos e manifestações no próximo dia 12 de junho, no horário do meio-dia, e que estas atividades ocorram – preferencialmente – em frente a sede do Poder Judiciário em cada município. 

Nossos(as) parlamentares devem ainda ocupar as tribunas nos legislativos nesta data, chamando a atenção da sociedade para a necessidade urgente de darmos um basta a todas as formas de violência contra as mulheres. Nos executivos municipais, os governos petistas devem aprofundar as políticas de enfrentamento à violência sexista e de geração de renda, garantindo às mulheres a autonomia necessária para dirigir suas vidas.

Porto Alegre, 10 de Junho de 2013

Eliane Silveira - Secretária-Geral
Raul Pont - Presidente