quinta-feira, 4 de julho de 2013

Bancada do PT quer gestão pública no transporte coletivo

Foto Elson Sempé Pedroso/CMPA
Na sessão desta quinta-feira (4/7), a bancada do Partido dos Trabalhadores (PT) na Câmara Municipal protocolou um projeto de lei que institui o Sistema de Gestão Pública de Transporte Urbano, sob a administração do Município de Porto Alegre, que compreende a gestão do Fundo Público de Transporte Urbano (FPTU), o Sistema Integrado de Bilhetagem de Transporte Urbano (SIBTU) e instrumentos de transparência e controle social.

A proposta também altera a composição do Conselho Municipal do Transporte Urbano (COMTU), que passaria a ser tripartite: um terço dos membros indicados pelo Executivo municipal, um terço de representantes de entidades da sociedade civil e um terço de integrantes eleitos pelos usuários de ônibus. 

Foto Elson Sempé Pedroso/CMPA
Conforme o projeto, no prazo de seis meses, o COMTU deverá coordenar a elaboração de um plano municipal para qualificação do transporte coletivo e instituição da tarifa justa. Entre outros pontos, o plano deve tratar de acessibilidade, conforto e climatização aos usuários, motoristas e cobradores, sustentabilidade ambiental, sinalização adequada nas paradas das linhas, itinerários e horários, adequação das tabelas e cobertura das linhas de acordo com as demandas dos usuários. O plano projetará, ainda, a ampliação progressiva do atendimento do transporte de ônibus pela Companhia Carris Porto-Alegrense.

Leia aqui a íntegra do projeto de lei.

Veja também matéria publicada no Jornal do Comércio:
Vereadores do PT querem estatizar o controle dos ônibus

Fonte: Assessoria da Bancada do PT