quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Caravana das Boas Práticas Pedagógicas - Escola Pepita Leão mostra suas práticas pedagógicas

Foto Desirée Ferreira/CMPA
Projeto iniciado em 2011, a Caravana das Boas Práticas Pedagógicas foi retomada em 2013 com visitas a instituições de ensino municipais que desenvolvem propostas de educação que consigam resultados importantes no desenvolvimento de crianças e jovens. Com este intuito, a Comissão de Educação, Cultura, Esporte e Juventude (Cece) da Câmara Municipal, presidida pela vereadora Sofia Cavedon (PT-PoA) foi conferir, na tarde desta terça-feira (17/9), o trabalho da Escola Municipal de Educação Infantil Pepita Leão, na zona norte da Capital.

Logo na entrada, a comitiva identificou nos muros internos da escola as palavras “amizade”, “respeito”, “humildade” e “papo reto”. “Papo reto”, como explica o diretor João Willy Cerski - desta que é uma das primeiras escolas da rede pública municipal (fundada em 1960) -, é uma conversa objetiva e direta que garante a convivência harmônica entre os 520 alunos, 54 professores e 12 funcionários.

Foto Desirée Ferreira/CMPA
Cerski, que é um entusiasta do ensino integral “de verdade, com atividades lúdicas e produtivas, para que a escola não se torne um depósito de crianças”, defende o trabalho pedagógico integrado, diz que os recursos da escola são suficientes para o trabalho proposto atualmente e elogia a estrutura física, mas adverte que para implantar o turno integral de fato ainda é preciso avançar – hoje são atendidas 103 crianças neste sistema.

“Algumas crianças vêm de instituições privadas e encontram, aqui, condições semelhantes ou superiores de ensino e os pais reconhecem a qualidade do trabalho da rede municipal. Contudo, para termos um turno integral real, precisamos avaliar a carga-horária ideal, contratar professores qualificados e ter espaço físico adequado”, reivindica o diretor, afirmando que hoje, o que há, são atividades complementares no contraturno.

Guarda-chuva

Foto Desirée Ferreira/CMPA
Durante a visita, a vice-diretora Eliana Menegat destacou o trabalho conjunto e a evolução das atividades desenvolvidas pela Pepita Leão. “A escola se faz pelo conjunto dos projetos desenvolvidos por vários professores e, neste sentido, temos vários: grupo de dança, coral, robótica, laboratório de aprendizagem, esportes variados, centro de línguas, laboratório de inteligência de ambiente urbano e o Escola de Leitores – que recentemente foi premiado pelo trabalho de incentivo à leitura –, entre outros”, listou a professora. 

Diante do viu, Sofia Cavedon afirmou que ao contrário de algumas escolas que investem num trabalho isolado e que, muitas vezes, é premiado, a Pepita optou uma estrutura pedagógica que integra diversas atividades. “De certa forma vocês me fizeram rever algumas coisas, uma vez que a boa prática pedagógica, aqui, é o conjunto”, afirmou, elogiando a competência e o comprometimento dos profissionais de educação da instituição.

Fonte: Assessoria de Imprensa da CMPA.

Veja também: 
- Caravana das Boas Práticas Pedagógicas - Desvelando e socializando práticas curriculares emancipatórias 
- Caravana das Boas Práticas Pedagógicas Alunos utilizam diários de classe como instrumento de evolução pedagógica
- Caravana das Boas Práticas Pedagógicas - Cece conhece boas práticas pedagógicas na Vila Nazaré 
- Caravana das Boas Práticas Pedagógicas