segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Brinquedos adaptados – Veto Total do Prefeito!

Imagem Web
Veto total. Essa foi a resposta da prefeitura de Porto Alegre ao projeto de lei de autoria da vereadora Sofia Cavedon (PT), que determina que todas as escolas localizadas no município tenham playgrounds adaptados a crianças com deficiência física ou mental, com no mínimo um brinquedo adaptado.

Aprovado pelos vereadores no segundo semestre de agosto deste ano, Sofia disse estar surpresa com o veto total à proposta, que foi construída para ser uma política pública para além de um governo, mas sim, o de integrar definitivamente como uma política pública de acesso para a criança PCD, atendendo ao processo de inclusão escolar.

Foto Mario Pepo
Para meu espanto, e o da minha Bancada, diz a parlamentar, o prefeito em exercício que vetou o projeto, argumenta que a Secretaria Municipal de Educação (Smed) já possui essa diretriz e que, apesar de haver concordância com o conteúdo, o Legislativo não pode dizer o que o Executivo tem que fazer. “Só posso dizer que é um veto político. É incompreensível as razões desse veto. Esta é uma política que a cidade tem que incorporar para além de um governo. Esse veto não atinge só a soberania deste parlamento, atinge as crianças com deficiência que lutam para chegar à escola”, destacada a vereadora.

Sofia lembra ainda que o projeto estabelece que todas as escolas situadas em Porto Alegre, sejam elas municipais, estaduais ou particulares, terão que ter ao menos um brinquedo adaptado.

O veto está na pauta da sessão plenária para ser apreciado pelos vereadores e poderá ser mantido ou revogado.

Conheça o projeto de lei.

Veja também: 
Todas as escolas no município terão que ter ao menos um brinquedo adaptado!