terça-feira, 10 de dezembro de 2013

Associação Chico Lisboa recebe homenagem por seus 75 anos

Foto Vicente Carcuchinski/CMPA
A Câmara Municipal de Porto Alegre concedeu, nesta terça-feira (10/12), a Comenda Porto do Sol à Associação Riograndense de Artes Plásticas Francisco Lisboa, que completa 75 anos de existência neste ano.

A homenagem, proposta pela vereadora Sofia Cavedon (PT), presidente da Comissão de Educação e Cultura da Casa Legislativa, foi em Sessão Solene presidida pelo vereador Mauro Pinheiro (PT).

Em sua manifestação, Sofia ressaltou a importância da trajetória da associação "a qual expressa a preocupação em garantir a preservação da arte em espaços públicos e privados". “A singularidade dessa entidade é que nos faz distingui-la e homenageá-la. Mas queremos que saibam que nossa maior homenagem é a luta cotidiana pela cultura na cidade”, afirmou Sofia. A vereadora afirmou que todo o dinheiro investido em cultura é revertido direta ou indiretamente em outras áreas que o poder público investe.

Foto Vicente Carcuchinski/CMPA
Sofia pediu ainda ao Município que tente responder pedido de uma sede definitiva para a entidade, que atualmente está numa sala alugada na Travessa dos Venezianos. “É necessário dar suporte para que a Chico Lisboa continue fomentando a arte por muitos anos”.

A entidade participou, segundo Sofia, de muitos momentos políticos, como a luta contra o Estado Novo, a Anistia e as Constituintes em 1946 e 1988, a liberdade de expressão nos momentos em que esta foi reprimida, e em outros tantos episódios importantes da história do País. “Durante a ditadura militar, suas atividades foram reduzidas, mas voltou com força em 1979 e desde então não cessou de crescer, contando hoje com centenas de sócios e oferecendo intensa programação”, contou.

Agradecimento 

Foto Vicente Carcuchinski/CMPA
Vera Pellin, presidente da homenageada, explicou que a Associação Riograndense de Artes Plásticas Francisco Lisboa, fundada em 1938, é uma das mais antigas entidades culturais em funcionamento no Estado e tem por finalidade promover as artes visuais e defender os interesses dos seus associados perante a sociedade. “Ao longo de sua história, a Chico Lisboa teve como diretores e presidentes grandes expoentes das artes plásticas do Rio Grande do Sul como Carlos Scliar, Guido Mondim, Francisco Stockinger, Vasco Prado, Zoravia Bettiol, Riopardense de Macedo, Carlos Alberto Petrucci”, citou. 

“Desde sua origem, mantém, com poucas interrupções, um salão de arte dos mais importantes no Estado, e por decreto municipal se tornou a responsável pela organização, entre 1952 e 1960, do Salão da Câmara Municipal de Porto Alegre. Desde 1958 é uma entidade de utilidade pública, conforme Lei Municipal”, destacou Vera Pellin, afirmando que a “honrosa homenagem” ficará marcada para sempre na história da associação.

Prestigiaram a solenidade o Secretário Municipal da Cultura, Roque Jacoby; representante do Foro Central da Comarca de Porto Alegre, Dra. Gládis de Fátima Canelles Piccini; e a ex-presidente da Chico Lisboa, Zoravia Bettiol.

Fonte: Portal da CMPA.