quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Contrapartidas e transporte público pautaram nova audiência sobre o IFRS - Restinga

A Comissão de Educação, Cultura, Esporte e Juventude (CECE) da Câmara Municipal de Porto Alegre, presidida pela vereadora Sofia Cavedon (PT/PoA), realizou nesta quarta-feira (18/12), reunião que retomou o debate acerca das contrapartidas do governo municipal e do transporte público para acesso aos órgãos de ensino da Restinga, especialmente ao Instituto Federal localizado no Loteamento Industrial.

Foto Francielle Caetano/CMPA
A audiência tratou das contrapartidas do governo municipal para o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do RS - IFRS - Campus Restinga, além do sério problema no transporte público, apontado pela comunidade.

Confira como estão as contrapartidas da prefeitura: 

- Quadra: finalmente concluída – Contrapartida Smed
- Alarmes no Instituto: nenhuma instalação – Responsabilidade Smed
- Cronograma de limpezas: ainda não é sistemática a limpeza pelo DMLU
- Internet: está solicitada a instalação de 30 mega bites
- Acervo bibliográfico: listagem passada para a Secretaria de Cultura
- Oficinas culturais: escola solicitará no início de 2014
- Vagas de estágio no turismo: em execução
- Segurança no Campus: eventuais patrulhamentos
- Sinalização: colocada - requerem faixa de segurança na João Antonio da Silveira e sinaleira
- Iluminação da área: ainda em projeto – compromisso SMOV
- Transporte: colocação da parada segura – pretendem instalar até março
- Aumento de seis horários da alimentadora: de 15 para 21 horários desde 4 de outubro - ainda há falha de horários e necessidade de ampliação de linhas alternativas
- Vou à escola Ensino Médio – passagem gratuita para os estudantes: inicia em 2014 e tem acesso dos dados na internet para acompanhar os processos.

Veja também: 
Instituto Federal da Restinga reivindica melhoria do transporte público