domingo, 23 de fevereiro de 2014

Nesta quarta-feira - 26 de fevereiro - Dia de Luta das Monitoras pelo Padrão 7

Foto Marcela Brandes
As monitoras da Rede Municipal de Ensino da capital fizeram um intenso debate sobre o veto do prefeito que retirou o padrão 7 das trabalhadoras, e construíram um calendário de mobilização pela derrubada do veto.

A plenária definiu que o dia 26 de fevereiro será o Dia de Luta das Monitoras pelo Padrão 7.

As direções da Atempa e Simpa, que desde o inicio apoiam e participam da campanha, informam que na manhã desta quarta-feira (26), todas as monitoras estarão mobilizadas na frente das escolas com material informativo explicando para a comunidade a importância da valorização do serviço da categoria. A partir das 14 horas, a mobilização será na Câmara dos Vereadores solicitando apoio dos parlamentares pela derrubada do veto.

Foto Marta Resing
Conforme Sofia Cavedon, autora da emenda que passa do padrão 6 para o 7 e que foi vetada pelo prefeito, é uma injustiça que o Executivo está fazendo com a categoria. “Sem as monitoras a educação infantil não existe. São elas que cuidam das crianças e que abrem e fecham as escolas”, destaca a parlamentar.

Lei Republicada 

Após ter publicado no Diário Oficial de Porto Alegre a Lei 11.559 que mudava do Padrão 6 para 7, através de emenda da vereadora Sofia Cavedon à Lei que alterou as atribuições e nível de escolaridade de monitores e monitoras de escolas do município, o Prefeito volta atrás e reedita a Lei RETIRANDO a conquista das trabalhadoras.

Emenda de Sofia.

Lei 11.559 com o Padrão 7. 

Republicação da Lei 11.559 RETIRANDO o Padrão 7.