terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Realização de concurso para profissionais da comunicação é solicitada junto à prefeitura da capital

Desde 1999 não é realizado concurso na área. 

Foto Bruna Fernanda Suptitz
O último concurso para profissionais da comunicação realizado pela prefeitura de Porto Alegre aconteceu há 15 anos. Esta foi a motivação da reunião, na tarde desta terça-feira, dia 25, entre o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Rio Grande do Sul (SINDJORS), a Associação dos Profissionais de Comunicação Social da Prefeitura de Porto Alegre (ASSCOMPOA) e o Comitê de Política Salarial da Prefeitura de Porto Alegre.

Ao apresentar a pauta do encontro, o presidente do SINDJORS Milton Simas expôs que, no entendimento do Sindicato, comunicação é uma política de gestão. A realização de concurso na área assegura o acesso do jornalista ao serviço público, podendo o profissional exercer sua função de comunicador social. A secretária de Planejamento Estratégico e Orçamento Izabel Matte recebeu o grupo a pedido do prefeito José Fortunati.

Pela Asscompoa, a presidente Rita Becco e o diretor Fabiano Cardoso, manifestaram a insatisfação do setor de comunicação da prefeitura com o tratamento recebido pelos gestores municipais. “Concurso para jornalista é bom para a imagem do governo”, ressaltou Cardoso, lembrando que este profissional é a garantia que o cidadão tem de estar recebendo informação qualificada. No entendimento deles, o concurso público proporciona equilíbrio entre o governo e a administração.

A atuação do Conselho Municipal de Comunicação também foi abordada na audiência. Criado por decreto-lei, o projeto de funcionamento do conselho está arquivado desde 2005, e depende de uma iniciativa do Executivo para sair do papel. Para Simas, o espaço atenderia a uma necessidade do setor. “Hoje nós não temos voz, não temos um local para debater com a sociedade temas relevantes para categoria” destacou. Ainda dentro da pauta, a prefeitura foi questionada quanto à revisão do plano de carreira dos servidores de comunicação da prefeitura.

Também participaram da reunião o secretário adjunto de Administração Carlos Fett e a assessora do gabinete do prefeito, nova coordenadora do Comitê de Política Salarial, Maria Leonor Luz Carpes. O grupo se comprometeu em analisar o pedido e apresentar uma resposta.

Desde que assumiu a gestão do Sindjors, a atual diretoria está dedicando especial atenção ao tema dos concursos públicos. Neste ano as Câmaras de Vereadores de Porto Alegre e Santa Maria foram questionadas sobre a criação de vagas para profissionais de comunicação. A viabilização da realização do concurso para a TVE e FM Cultura foi acompanhada desde o início pelo sindicato. Também foi solicitada agenda com a Assembleia Legislativa, quer até o momento não retornou.

Fonte: Imprensa/SINDJORS