quinta-feira, 13 de março de 2014

Juremir Machado lança livro sobre a mídia e o golpe de 1964

Foto Alexandre Böer
"Mais uma bela contribuição de Juremir Machado para a compreensão da nossa história e para que tempos de exceção e autoritarismo não se repitam: 1964 ditadura nunca mais, e bom exemplo de mobilização cultural realizada pelo jornal Correio do Povo". Sofia Cavedon, que prestigiou o escritor.

Jornalista autografou nova obra nesta quinta-feira 

O escritor, historiador e jornalista do Correio do Povo, Juremir Machado da Silva, lançou na noite desta quinta-feira (13/3) o livro “1964-Golpe Midiático-Civil-Militar”, em sessão concorrida, na sede do Correio do Povo.

O golpe que instalou o regime militar no Brasil completa 50 anos em 2014, e a nova publicação se debruça sobre o papel da imprensa neste episódio da História. “Sem o trabalho da mídia para construir uma atmosfera favorável, o golpe não teria ocorrido. A mídia foi decisiva”, declarou Juremir.

Ao longo da obra, Juremir não poupa grandes nomes da imprensa, o que já provocou reações. “A expectativa é essa, provocar e cada um assumir sua responsabilidade”, esclareceu.

Leia a integra da matéria no Portal do Jornal Correio do Povo.