terça-feira, 11 de março de 2014

Monitoras estão mobilizadas pela derrubada do veto

Foto Alexandre Böer
Não teve avanços na reunião realizada nesta terça-feira (11), entre o Executivo Municipal e as monitoras da Rede de Ensino da capital. O encontro, pautado para tratar do veto do prefeito à emenda de Sofia Cavedon, que altera o padrão, de seis para sete, da categoria, ocorreu com o vice-prefeito Sebastião Melo, representantes da Smed, vereadore(a)s e direções da Atempa e Simpa. 

Conforme Sofia Cavedon (PT/PoA), vice-presidente da Cece e autora da emenda, o governo alega o impacto financeiro como argumento para o veto. “Mas a Educação do município aplica só 27%, dos 30% determinados pela Lei Orgânica de Porto Alegre, das receitas liquidas dos impostos. Se aplicar a íntegra dos recursos, é possível fazer a valorização das monitoras com folga”, salienta a parlamentar.

Foto Alexandre Böer
Sofia também ressalta que o vice-prefeito disse no encontro que a “Câmara Municipal tem autonomia para decidir”, portanto, diz a vereadora, “apostamos na derrubada do veto”.

Na quarta-feira (12/03), o veto à emenda de Sofia Cavedon retorna para a pauta de votações da sessão plenária, a partir das 14h. 

Mobilização 

Foto Alexandre Böer
Às 13h as monitoras farão uma caminhada da sede do Simpa até a Câmara de Vereadores, quando, novamente, lotarão as galerias do Plenário Otávio Rocha, a partir das 14h, na sessão plenária, quando será votado o veto do Executivo Municipal ao projeto de lei que altera a descrição do cargo de provimento efetivo de monitor.

Veja também: 
- Segue a luta das Monitoras pelo padrão 7

- Conheça a Emenda de Sofia Cavedon.