quinta-feira, 3 de abril de 2014

1º Prêmio Diversidade RS entrega certificado a personalidades e projetos culturais

Foto Caco Argemi/Palácio Piratini
Sofia Cavedon (PT), representando a Câmara Municipal de Porto Alegre, prestigiou o envento que reuniu artistas de todas as categorias premiadas.

Uma iniciativa da Secretaria de Estado da Cultura (Sedac) premiou nesta quinta-feira (3), no Palácio Piratini, projetos e personalidades que colaboram com a construção da diversidade cultural no Rio Grande do Sul. Realizada no Salão Negrinho do Pastoreio do Palácio Piratini, a cerimônia de entrega do 1º Prêmio Diversidade RS contou com as presenças do governador Tarso Genro e do secretário de Cultura, Assis Brasil. Organizado por meio Diretoria de Cidadania e Diversidade Cultural, o evento integra as comemorações da Semana da Democracia.

Divido em seis categorias - cultura dos Direitos Humanos, culturas populares, cultura negra, capoeira, hip hop e carnaval de rua -, o prêmio selecionou 44 personalidades, coletivos e projetos, que receberam a premiação de R$ 4 mil, troféu e certificado. Outras oito personalidades e coletivos foram indicadas pela Comissão de Seleção para serem homenageadas: Mestre Baptista (em memória) Mestre Gavião, Mestre Farol, Bloco Areal do Futuro, Instituto Sociocultural Afro-Sul Odomodê, Mestra Griô Elaine, Mario Pezão (em memória), Ponto de Cultura Kaahgág Jãre.

Segmentos culturais

As categorias definidas visam potencializar os segmentos culturais mais excluídos das políticas públicas, do financiamento privado, da grande indústria cultural e dos meios de comunicação. A ideia é promover o acesso à democratização dos recursos públicos via editais, além de contribuir para o mapeamento e a construção de indicadores.

Foto Caco Argemi/Palácio Piratini
Além de destacar a implementação de políticas públicas, Tarso agradeceu o reconhecimento dos artistas às ações de concepção de cultura humanitária e democrática do Governo. "Nesta semana que celebramos a democracia, vocês são a representação de tudo de bom que nós temos. E este tudo de bom é que está sendo homenageado neste momento".

O secretário Assis Brasil citou as diversas manifestações que compõem a cultura brasileira e, em especial, a cultura gaúcha. "Promover e dar rosto essas manifestações, derivada de uma prodigiosa variedade de tipos humanos, crenças, desejos e esperanças, não é apenas um ato de necessária afirmação política, mas o cumprimento de um dever perante a cidadania", afirmou.

Assis Brasil também ressaltou a diversidade de categorias presente na solenidade. "Em função de condicionantes sociais e individuais, reúne-se hoje, aqui nesta sala, uma magnífica amostra de etnias, opções de vida e modos de ser. Os rostos dos participantes de hoje simbolizam o que temos de mais precioso e diverso. São cidadãs e cidadãos da mais alta qualificação em termos de delegação implícita ou explícita de seus pares”. A lista com os vencedores do prêmio pode ser conferida no link.

Foto Caco Argemi/Palácio Piratini
Diversidade cultural 

O conceito de diversidade cultural promovido pelo I Prêmio Diversidade RS não se restringe à soma dos elementos que compõem um mosaico de singularidades fragmentadas, mas visa, acima de tudo, promover a alteridade, a possibilidade de não só nos respeitarmos, mas que possamos compartilhar saberes e fazeres, produzindo novas formas de ser, pensar e agir no mundo.

Fonte: Portal do Governo do RS.