segunda-feira, 23 de junho de 2014

Câmeras de vídeo nos coletivos é recomendação da Brigada para evitar assalto a coletivos

Foto Alexandre Böer
Por iniciativa da vereadora Sofia Cavedon (PT/PoA) foi realizado hoje, 23 de junho, na Câmara de Vereadores de Porto Alegre, uma reunião com representantes dos delegados sindicais da Carris e representantes do Comando de Policiamento da Capital para tratar do tema de assaltos a coletivos do transporte coletivo da capital.

Segundo o Tenente Coronel Altemir de Lima, da Brigada Militar, tem feito diversas ações de prevenção à violência como ações de revista aos ônibus e investido em policiamento em áreas de maior risco, mas alertou que é necessário que os empresários invistam câmeras de vídeo nos ônibus, pois é uma forma de coibir os assaltos, como aconteceu no Sistema de Transporte Sul, que implementou este sistema e o índice de assaltos baixou consideravelmente. Também afirmou que a posição das câmeras deve monitorar a entrada e saída de passageiros e não para controle dos trabalhadores. A Carris, por exemplo, tem apenas 18 carros com câmeras dos 371 ônibus.

Outro dado importante é que 80% dos assaltantes são reincidentes e, infelizmente, o sistema não têm efetivado a prisão dos mesmos, por isso é necessário envolver outros atores importantes como o Ministério Público, a Defensoria Pública, a Polícia Civil, o Poder Judiciário e SUSEPE.

 Encaminhamentos 

- Realizar uma visita ao sistema de monitoramento padrão da STS indicada para o dia 30 de junho, segunda-feira, às 10h;
- Realizar uma reunião no Plenário Otávio Rocha da Câmara de Vereadores no dia 10 de julho, às 14h, com todos os atores indicados na reunião;
- Encaminhar ao Ministério Público do Trabalho a solicitação de audiência pública reunindo todos os atores ligados à segurança e às comissões de saúde do trabalhadores.