quarta-feira, 25 de junho de 2014

Mulheres no futebol em exposição do Gasômetro

Exposição pode ser visitada até dia 13 de julho

Foto Divulgação Gabinete
Sofia Cavedon, vereadora do PT da capital, prestigiou o evento na abertura, dia 24/6.

A exposição “Futebol e Mulheres no País da Copa 2014”, na Usina do Gasômetro, pretende mostrar a temática da mulher no cenário do futebol. “Queremos mostrar que a mulher joga futebol há muito tempo. Que fala e entende de futebol. Falta o incentivo de patrocinadores para que essa modalidade seja desenvolvida no país’’, afirma Cleizi Zanette, uma das organizadoras da exposição e assessora técnica da Secretaria Estadual de Esporte e Lazer e da Fundação de Esporte e Lazer do Rio Grande do Sul (Fundergs).

Conforme Silvana Vilodre Goellner, professora e pesquisadora da UFRGS, a presença das mulheres no futebol acontece desde as primeiras manifestações deste esporte em nosso país. Inicialmente como espectadoras e, logo em seguida como praticantes, as brasileiras vêm protagonizando histórias que contribuíram para sua consolidação e popularização. “Visibilizar alguns vestígios que narram essa presença é o objetivo desta exposição que reúne materiais da seleção brasileira assim como de atletas do Rio Grande do Sul”, destaca Silvana.

Foto Divulgação Gabinete
O material exposto foi recolhido através de um coletivo chamado Guerreiras Project, que fez fotos das atletas da seleção brasileira e de times profissionais e de várzea. O projeto usa o futebol como ferramenta para revelar, analisar e combater preconceitos de gênero e faz isso através da criação de espaços nos quais se pode discutir os temas em encontros agendados. Além de fotos, a exposição tem chuteiras autografadas, camisetas e até um álbum de figurinhas da Copa do Mundo de Futebol Feminino.

A ideia da exposição também permitiu a criação de outros projetos, como o Curso de Árbitras e Mesárias de Futebol para Mulheres, Curso de Formação de Lideranças de Jogadoras, que acontece em São Paulo, e um Seminário Estadual "Gestão e Ética no Futebol Feminino", entre outros eventos.

A exposição está aberta à visitação na Usina do Gasômetro até dia 13 de julho das 09 às 21 horas e resulta de uma parceria entre o Centro de Memória do Esporte (ESEF-UFRGS), a Associação Gaúcha de Futebol Feminino, o Guerreiras Project, a Secretaria do Esporte e do Lazer/ FUNDERGS e Secretaria de Políticas para as Mulheres.

Liga Canela Preta 

Foto Pedro Revillion/CAM
Juntamente com a exposição ‘‘Futebol e Mulher no País da Copa 2014’’, a Liga da Canela Preta também exibe o seu material, com fotos que contam a história da união de entidades participantes. Formada no fim da década de 1910 por um grupo de negros, que eram impedidos de jogar nos times dos brancos, a liga fez a resistência contra o racismo no futebol porto-alegrense.

Além desse movimento, o grupo formou times que se destacaram até a década de 30. Primavera, Bento Gonçalves, União, Primeiro de Novembro, Rio-Grandense, 8 de Setembro, Aquidabã e Venezianos foram alguns dos times da Liga da Canela Preta.

Saiba mais sobre as Mulheres no Futebol visitando a Fanpage do CEME/Esef-Ufrgs

Com informações do Portal do Correio do Povo.