quinta-feira, 3 de julho de 2014

Cultura RS garante R$ 11 milhões junto ao MinC

Foto Roberto Stuckert Filho/PR
A Secretaria de Estado da Cultura, através de seleção no edital de fortalecimento do Sistema Nacional de Cultura realizado pelo Ministério da Cultura e de contrapartida para o edital da Agência Nacional de Cinema (Ancine), acaba de garantir R$ 11,3 milhões para todas as áreas culturais do Estado. O montante garante, além da reestruturação do prédio do Museu Arqueológico do Rio Grande do Sul, a segunda edição do FAC das Artes, o II Prêmio da Diversidade e o Movida Circuito RS, financiados através de seleção realizada pelo Ministério da Cultura para o fortalecimento do Sistema Nacional de Cultura (SNC); e o edital RS Pólo Audiovisual - Produção em longa-metragem.

O projeto "Brasil de Todas as Telas" pretende transformar Agência Nacional de Cinema (Ancine) em um grande polo cinematográfico de produção e exibição de filmes e deverá colocar o Brasil entre os cinco maiores produtores do mundo. Já o início de repasses do Sistema Nacional de Cultura promoverá a diversidade cultural no país, destinando R$ 19,5 milhões a 12 projetos em seis Estados.

O evento de lançamento, que ocorreu no Palácio do Planalto, contou com a presença da presidenta Dilma Rousseff e da ministra da Cultura, Marta Suplicy. Também participaram da cerimônia o secretário-adjunto da Sedac, Jéferson Assumção, e o diretor do Iecine, Juan Zapata, além de ministros, governadores, artistas, diretores, atores e agentes culturais.

Estruturado em quatro eixos, o "Brasil de Todas as Telas" tem como objetivo expandir o mercado interno, universalizar o acesso da população aos serviços audiovisuais com investimento em produção, distribuição e programação de conteúdos. No Rio Grande do Sul, serão ao todo R$ 5 milhões investidos no edital RS Pólo Audiovisual – Produção em longa-metragem.

Formulado com base no Plano de Diretrizes e Metas para o Audiovisual, o "Brasil de Todas as Telas" é uma parceria entre o Ministério da Cultura (MinC), a Agência Nacional do Cinema (Ancine) e representantes do Comitê Gestor do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA).

Diversidade cultural do RS sai fortalecida 

O primeiro repasse por meio do Sistema Nacional de Cultura (SNC) vai beneficiar projetos culturais em seis Estados (Acre, Bahia, Ceará, Paraíba, Rio Grande do Sul e Rondônia). O montante, de R$ 19,5 milhões, será concedido a 12 projetos aprovados pelo edital lançado em maio do ano passado. O Rio Grande do Sul teve quatro projetos selecionados. Os editais FAC das Artes e Movida Circuito RS, que juntos somam quase R$ 3 milhões e vão selecionar seis iniciativas de circulação entre mostras e festivais, além de 43 iniciativas nas mais diversas categorias artísticas, ainda estão em fase de conveniamento. 

Conheça aqui os projetos que entrarão no primeiro montante de repasses do Ministério da Cultura.

Fonte: Portal da Sedac/RS