quinta-feira, 7 de agosto de 2014

Estado e Embaixada da Palestina preparam campanha humanitária para vítimas em Gaza

Foto Caroline Bicocchi/Palácio Piratini 
Arrecadação de alimentos, remédios e preparação de equipes de saúde são algumas das ações conjuntas definidas em acordo entre o Governo do Estado do Rio Grande do Sul e a Embaixada da Palestina no Brasil para ajudar as famílias da Faixa de Gaza que tiveram perdas materiais e humanas nos bombardeios.

A realização da campanha humanitária no Rio Grande do Sul foi debatida nesta quinta-feira (7), em Brasília, em reunião entre o governador Tarso Genro e o embaixador palestino Ibrahim Al Zeben. Outros nove embaixadores da Liga Árabe, entre eles o do Egito, Argélia, Iraque e Mauritânia, participaram do encontro na sede da Embaixada da Palestina.

“O Rio Grande do Sul tem o mesmo apreço pelas comunidades palestina e judaica e suas presenças culturais e afetivas são totalmente integradas na vida do nosso Estado. Na missão que realizamos no ano passado, recebemos a solicitação da Autoridade Palestina e de representantes do Governo de Israel para não permitir que os conflitos em Gaza contaminem o convívio dos povos no nosso Estado. Vamos aproveitar essa convivência harmônica para convocar todas comunidades, a alemã, italiana, portuguesa, árabe, judaica, japonesa, todas elas, para participar desta campanha humanitária”, disse o governador.

Foto Portal MMM
O embaixador da Palestina solicitará ajuda do Rio Grande do Sul e de outros Estados nas questões de saúde pública. No encontro, Tarso Genro reiterou a manifestação de solidariedade ao povo palestino e apoio ao posicionamento do Brasil de considerar desproporcional a resposta de Israel aos ataques do Hamas, que violaram as normas do direito internacional e as leis de guerra.

Na próxima semana, o embaixador Ibrahim Al Zeben vai remeter uma carta ao governador formalizando a parceria para realização da campanha humanitária. O representante da Autoridade Palestina no Brasil deve ir ao Rio Grande do Sul, ainda em agosto, para o começo da atividade.

“O embaixador declarou sua total concordância com a postura do Rio Grande do Sul de promover uma relação de respeito e solidariedade entre as comunidades israelita e palestina, reafirmando a necessidade de uma paz imediata, o fim de qualquer ataque no território e soberania plena da Autoridade Palestina no território”, acrescentou o governador.

Tarso Genro comunicou aos embaixadores árabes que vai manifestar ao embaixador de Israel no Brasil, caso seja procurado, a mesma disposição de manter o diálogo para evitar que a situação na Faixa de Gaza prejudique a relação entre israelenses e palestinos no Rio Grande do Sul.

Foto Ederson Nunes/CMPA
Moção de Solidariedade foi aprovadda na Câmara de Porto Alegre.

Foi aprovada na quarta-feira (6/8), pelo Plenário da Câmara Municipal de Porto Alegre, Moção de Solidariedade ao povo palestino. A proposta, de autoria da Bancada do PSOL, contou com o apoio da Bancada do PT. (Fonte: Portal da CMPA)

Leia também:
Por que devemos lutar pela libertação da Palestina? Artigo de Carla Vitória, militante da Marcha Mundial das Mulheres de São Paulo.