sábado, 27 de setembro de 2014

Festa Nossas Escolhas comemora a construção dos 13 pontos de compromissos de Sofia Cavedon

Escolhas Coletivas – Sofia Cavedon 13400 - Por Claudia Prates*

Foto Mario Pepo
Quero agradecer a indicação de falar em nome das Escolhas Coletivas, e desta construção coletiva dos 13 pontos de compromisso da Sofia com as temáticas que tem formado esta Colcha de Direitos que construímos aqui. Mas falar destes compromissos é falar do nosso compromisso com o mandato da Sofia. Ela não fará um mandato de quatro anos sozinha, nós portanto estamos aqui, Sofia, assumindo também estes compromissos contigo. Desde antes, agora e daqui pra frente.

Levar a Sofia para a Assembleia é NOSSA ESCOLHA - é gratificante, é fácil fazer a campanha e falar da Sofia, pois é uma figura pública comprometida, combativa, propositiva e sempre presente nas lutas sociais, que faz da política um instrumento de construção de direitos e superação da injustiça e da desigualdade. Falar de Sofia é falar em Reforma do Sistema Político, numa luta por tornar a política um espaço com maior participação das mulheres, jovens e negros, com financiamento público e maior transparência. Falar em Sofia é falar em EDUCAÇÃO - desde a educação infantil, passando pela inovação tecnológica, até chegar na universidade pública para todas e todos. É falar em qualificação de professores e funcionários, é falar em TRANSFORMAÇÃO!

Falar de Sofia nos remete à resistência contra todo tipo de injustiça no campo, na defesa do Meio Ambiente, na luta por uma política estadual de educação ambiental. Pela gestão dos resíduos sólidos, do saneamento e dos recursos hídricos. A resistência na luta por políticas contra os agrotóxicos. Falar de Sofia nos remete à capacidade de união e sua contribuição na auto-organização da sociedade, em torno de temas que podem se cruzar e se completar como a EDUCAÇÃO e a SEGURANÇA PÚBLICA, por exemplo. Seu compromisso pela valorização dos e das trabalhadoras da segurança pública e pela estruturação do Corpo de BombeirosSofia se comprometeu ainda pela melhoria das condições de moradia dos trabalhadores (as) em segurança pública, assim como atenção à sua saúde, qualificação e alteração da lei de ensino da Brigada Militar e dos Bombeiros.

É a capacidade de uma LÍDER de construir, através do seu exemplo, um mundo livre das desigualdades, livre do machismo, livre da homofobia e da lesbofobia, livre do racismo e da opressão; nos lembra valores como tolerância e pluralismo; nos chama para o compromisso com a construção de uma sociedade livre de todas as formas de violência contra as mulheres, contra negros e negras, contra gays e lésbicas, contra os jovens e idosos, contra a tortura, contra o trabalho escravo e a exploração sexual - cada vez mais justa e solidária contra a miséria e o abandono. 

Falar em Sofia é falar na defesa do SUS, e reconhecimento do Mais Médicos para a SAÚDE da população, pois estamos levando atenção à saúde para as populações antes desassistidas nas periferias das grandes cidades, assim como fazer a defesa da ampliação deste importante modelo de gestão em saúde para as emergências do Estado. Por uma gestão democrática para os serviços de saúde do Estado com participação dos trabalhadores e das trabalhadoras.

Foto Mario Pepo
Sofia, decidiu fazer de sua vida um marco na defesa intransigente da EDUCAÇÃO, na defesa da infância, na defesa do ECA, pelo direito da criança e do adolescente à profissionalização, pelo direito à cultura, pelo seu direito à proteção social, pelos direitos daquelas e daqueles que são negligenciados, excluídos e violentados.

Sofia diz que precisamos mudar a CULTURA que discrimina e exclui. Queremos debater a cultura, incentivar a cultura popular e a diversidade das manifestações culturais, ampliando os espaços e territórios para espetáculos, incentivar a integração cultural latino-América e valorização do patrimônio cultural do Estado.

Com Dilma e Tarso vencemos o desafio da superação da extrema pobreza, condição necessária para garantir o acesso de uma enorme parcela de nossa população às riquezas do nosso Estado e País. E Sofia reafirmou este compromisso com as mulheres, que são maioria nos programas sociais de distribuição de renda.

Falar em Sofia é falar da Juventude, e seu compromisso para a consolidação das políticas públicas para a juventude, por mais igualdade, mais oportunidade e mais participação. É enfrentar uma das maiores chagas de nossa sociedade: a violência contra jovens, – em especial negros e pobres –, das periferias de nossas grandes cidades. 

Por fim não podemos esquecer da luta da Sofia pela democratização dos meios de comunicação, pois democracia se mede pela participação da população na sua comunicação, como dizia Betinho.

Que nada nos defina 
Que nada nos sujeite 
Que a liberdade seja a nossa própria substância 
Simone de Beauvoir 

Muito obrigada,
* Dirigente da Marcha Mundial das Mulheres

Foto Mario Pepo
Veja aqui momentos da Festa Nossas Escolhas - que comemorou a construção dos 13 pontos de diversas temáticas que Sofia Cavedon irá levar para a Assembleia Legislativa do RS.

O encontro foi na Casa de Teatro, em Porto Alegre.

Veja também
Escolhas Coletivas - Compromissos de Sofia Cavedon Deputada Estadual