domingo, 28 de setembro de 2014

Tarso é ovacionado por 20 mil pessoas no Rubem Berta

Foto Divulgação Tarso 13
O grande comício da vitória da Unidade Popular pelo Rio Grande (PT, PTB, PCdoB, PPL, PTC, PR, PROS) mostrou que mereceu o nome que lhe foi dado. Realizado um dia após a pesquisa do Datafolha, que mostrou Tarso empatado em primeiro lugar com Ana Amélia Lemos (PP), Olívio Dutra ultrapassando Lasier Martins (PDT) e a presidenta Dilma caminhando rumo à vitória ainda no primeiro turno, o ato reuniu 20 mil pessoas segundo a organização do evento.

Tarso foi ovacionado pela população e mesmo após o encerramento da atividade, precisou permanecer no local por mais de meia hora para atender dezenas de pedidos de abraços, agradecimentos, selfies e desejos de boa sorte.

Foto Divulgação Tarso 13
No palco, ele também recebeu carinho – não apenas da militância que gritava seu nome, mas de beneficiários dos programas sociais criados durante seu governo, que subiram ao palco após a exibição de um vídeo no qual contavam as mudanças provocadas pelas políticas públicas da atual gestão. “Irradiamos para o Brasil e para o mundo um modelo de participação e cidadania e hoje podemos contemplar o passado para compreender o futuro que queremos construir”, discursou o candidato à reeleição.

Bem humorado, Tarso imitou o presidente Lula para dizer que a direita não gosta de ver pobres comprando carros e andando de avião, conquistas possíveis a partir dos mandatos do ex-presidente e que tiveram continuidade com Dilma Rousseff, que também busca um segundo mandato. “Vamos dar continuidade ao projeto que vem fazendo uma verdadeira revolução democrática no país”, saudou. 

Tarso reafirmou importantes conquistas do Rio Grande do Sul e do Brasil ao longo dos últimos anos. "Hoje, uma família pobre pode receber o Bolsa Família e pedir ao governo do Estado a complementação do RS Mais Igual. Pode solicitar Microcrédito para abrir um pequeno negócio, ou cursar o Pronatec para se qualificar”, enumerou, lembrando ainda o ProUni, “que tive o prazer de criar como ministro da Educação”.

Dilma Rousseff enviou vídeo de apoio 

Foto Divulgação Tarso 13
Afônica, a presidenta Dilma Rousseff não participou do comício em Porto Alegre e enviou uma mensagem em vídeo aos militantes. “Tarso Genro é a certeza de que a parceria com o governo federal será ampliada ainda mais”, assinalou.

Dilma ainda exaltou seu amor ao Estado, terra de sua filha e neto. "Nestes quatro anos conto com a contribuição do Tarso Genro, um dos governadores mais sérios deste país. Ele resolveu a questão da dívida que estrangulava o Estado e recuperou a capacidade de investimentos. Portanto é chegada a hora de cada um trabalhar pela grande vitória e ajudar a construir um Rio Grande mais justo e solidário para todos", disse.

A ministra do Desenvolvimento Social, Tereza Campello, também marcou presença e enfatizou a criação do Bolsa Família. “Quando criamos o programa, muita gente era contra. Porém, agora muitos dizem que são a favor. Ora, porque será? Porque se você falar que é contra perde voto”, ponderou. 

Abgail e Olívio relembram conquistas democráticas 

A candidata à vice-governadora, Abgail Pereira, garantiu que, após recolocar o Estado no caminho do crescimento, a Unidade Popular Pelo Rio Grande vai aprofundar as mudanças, com mais conquistas para os gaúchos e gaúchas. "Tudo o que fizemos está no rosto de cada pessoa neste Estado. É a marca do ProUni, do RS Mais Igual, do Pronatec, dos 12% investidos na saúde. Somos um governo que olhou para o seu povo e que agora diz: vamos em frente!", exclamou a comunista.

Foto Divulgação Tarso 13
O representante da coligação na disputa ao Senado Federal, Olívio Dutra, também partiu dos avanços conquistados para explicitar seu raciocínio. “Os adversários querem uma democracia com um espaço estreito para o povo. Nós queremos que o Estado brasileiro funcione bem e melhor não para alguns, mas para a maioria do povo”, afirmou.

Suplentes do senador, Patrícia Beck e Carlinhos Vargas, reafirmaram a importância de prosseguir nas conquistas realizadas até o momento. “Vamos mostrar democraticamente que queremos Olívio Dutra para fazer grandes reformas, mas muito mais do que isso, para fazer junto com Dilma as mudanças iniciadas durante o governo Lula”, afirmou o Vargas.

Veja aqui todas as notícias da Unidade Popular pelo Rio Grande.

Fonte: Portal Tarso 13.