sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Projeto piloto iniciará o curso de Tecnólogo em Segurança Pública

Foto Marta Resing
Após um período de consultas ao Ministério da Educação (MEC) e estudos da Reitoria do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do RS (IFRS), ficou definida a implantação de um projeto piloto do curso de Tecnólogo em Segurança Pública para a Brigada Militar (BM) para os soldados que já atuam na Academia.

A informação é da vereadora Sofia Cavedon (PT-PoA), autora da proposta inicial, que participou nesta sexta-feira (17) da reunião com o comandante-geral da BM Cel. Fábio Duarte Fernandes, o pró-reitor de Ensino e reitor substituto do IFRS, professor Amilton de Moura Figueiredo, e o pró-reitor de Desenvolvimento Institucional do Instituto, Osvaldo Casares Pinto.

No encontro, os representantes do IFRS explicaram a mudança do público-alvo, inicialmente previsto para os soldados que estavam ingressando na Academia, pois os convênios do MEC só podem ser realizados em atividades de natureza operacional, logística e de infraestrutura, sendo as atividades acadêmicas de responsabilidade estrita da instituição. “Não temos suporte de recursos humanos nessa área o suficiente para dar conta da demanda”, disse Amilton Figueiredo. Já curso de especialização, podemos ofertar, destacou o pró-reitor de Ensino do IFRS.

Sofia considera importante a realização do projeto piloto para a qualificação dos cargos já existentes na BM, mas continuará a buscar o curso de formação para os que estão ingressando na Polícia. “Reunião da tarde de hoje traça caminhos, o que só é possível porque a presidenta Dilma Rousseff priorizou a educação e criou os Institutos Federais”, destaca a parlamentar.

Veja também: 
- Curso de Tecnólogo em Segurança para a BM e expansão do IFRS
- Tecnólogo em Segurança para a BM no IFRS
- Tecnólogo em Segurança Pública para a BM no IFRS – Conteúdo em discussão