quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Cidadania e Justiça - Campanha 16 dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra a Mulher iniciou nesta terça

Divulgação Muda Mais
A Campanha 16 dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra a Mulher iniciou nesta terça-feira (25) com o objetivo de promover o debate e denunciar a violência contra as mulheres. Em 1991, mulheres de diferentes países, reunidas pelo Centro de Liderança Global de Mulheres (Center for Women’s Global Leadership – CWGL/EUA), iniciaram a campanha.

O centro, fundado pela feminista Charlotte Bunch, em 1989, atua no desenvolvimento de programas para preparar as mulheres para liderança. Atualmente mais de 10 países participam da campanha. 


Iniciada em 25 de novembro, Dia Internacional de Não Violência Contra as Mulheres, a campanha termina no dia 10 de dezembro – Dia Internacional dos Direitos Humanos. No Brasil, a 16 dias de ativismo é realizada desde 2003 por meio de ações de mobilização, palestras, debates, eventos e encontros.

Apoio

Foto Divulgação Simpa
A vereadora Sofia Cavedon, do PT de Porto Alegre, apoia a Campanha e é autora da Lei nº 11279/12, que inclui no calendário de datas de conscientização da capital gaúcha, o Dia Municipal pela Eliminação da Violência contra as Mulheres – 25 de novembro, eliminando o Dia da Dona de Casa.

A Secretaria de Política para Mulheres da Presidência da República e do Governo do Estado do RS (SPM) apoia e participa de diversos eventos que ocorrem no país e no Rio Grande do Sul. Confira aqui o calendário da SPM/RS.

Fonte: Portal Brasil.

Veja também:
Dia Internacional e Municipal pela Eliminação da Violência contra as Mulheres