sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

Terceirizadas de Porto Alegre voltam às escolas nesta sexta-feira

Foto Simpa
As trabalhadoras terceirizadas da Rede Municipal de Ensino Público de Porto Alegre retornarão ao serviço nesta sexta-feira (19). Paradas desde a última semana (12/12), cerca de 100 terceirizadas exigem o cumprimento dos direitos trabalhistas não pagos pela Cooperativa de Trabalho Riograndense (Cootrario), contratada pela Prefeitura Municipal para os serviços gerais das escolas.

Em reunião nesta segunda-feira (18), articulada pela vereadora Sofia Cavedon (PT), no auditório da Secretaria Municipal de Administração de Porto Alegre (SMA), o vice-prefeito Sebastião Melo assegurou o pagamento do Vale Transporte, Vale Refeição e 13° salário das funcionárias, desde que a categoria trabalhe até o dia 31 de dezembro, de acordo com as escalas nas escolas.

Foto Marta Resing
Presentes na reunião estavam representantes da Associação dos Trabalhadores em Educação do Município de Porto Alegre (ATEMPA), os assessores do jurídico, de Recursos Humanos e do Financeiro da Secretaria Municipal de Educação (SMED), um representante da Procuradoria Geral do Município (PGM).

Melo garantiu que, no dia 31 de dezembro, será encerrado o contrato com a Cootrario. As questões individuais de fundo de garantia, férias atrasadas, multas, etc, serão incluídas nas parcelas rescisórias. Pendências individuais poderão ser resolvidas diretamente nos Recursos Humanos da Prefeitura.

A preocupação das terceirizadas em relação aos dias parados pela mobilização para garantir os seus direitos não foi assegurada. O vice-prefeito ficou de conversar com a Secretária Municipal de Educação, Cleci Jurach, sobre o assunto. Haverá um acompanhamento da Atempa e do Sindicato dos Municipários de Porto Alegre (Simpa), e da vereadora Sofia Cavedon nesta negociação com a SMED.

Fonte: Portal da Atempa.

Veja também:
Terceirizadas da Prefeitura fazem manifestação em frente à Smed