quarta-feira, 1 de abril de 2015

Bairro Jardim Leopoldina ganha escola infantil para 160 crianças

A vereadora Sofia Cavedon (PT) participou da entrega da escola e destaca a fala do ex-deputado, Carlos Araújo, filho da Marieta que da nome à nova escola, que disse "a família é avessa a homenagens, mas nessa eles se renderam pelo orgulho da conquista da comunidade".

Obra foi possível pela parceria com o governo federal

A comunidade do bairro Jardim Leopoldina comemorou na tarde dessa terça-feira, 31, a entrega da Escola de Educação Infantil (EEI) Marieta Paixão Araújo. Com capacidade para 160 crianças de 0 a 5 anos e 11 meses, a instituição disponibiliza berçário, maternais e jardim de infância, além de áreas de lazer e laboratório de informática. A entrega fez parte das comemorações do aniversário de Porto Alegre. Ao todo, foram quatro escolas inauguradas no mês de março, sendo que outras três estão previstas para ainda este semestre.

Foto Ivo Gonçalves/PMPA 
Entre os pais presentes ao evento, Márcia Catiucia da Silva festejava a adaptação do filho Kaio, de 2 anos e sete meses. Moradora a pouco mais de uma quadra da escola, Márcia estuda e trabalha no Centro, e precisava de um local que lhe desse tranquilidade durante o dia. “Eu teria escolas particulares na região, mas, além de serem mais caras, não tinham essa qualidade que encontrei aqui", contou. A mãe relata que, além do espaço físico, os cuidados com a saúde do filho, que tem intolerância à lactose, foram os diferenciais para a escolha. “Ele fica durante todo o dia e eu posso estudar e trabalhar sem preocupação”, contou Márcia.

O prefeito José Fortunati lembrou que a obra foi possível ao conjugar-se a decisão do OP à parceria do governo federal, uma vez que parte dos custos vieram através do Fundo de Desenvolvimento da Educação (FNDE) do governo federal.

A professora Marieta Paixão Araújo faleceu aos 91 anos em 2004. Dedicou toda sua vida ao magistério estadual e era considerada uma mulher de personalidade forte, mas de grande ternura com as crianças, além de ter desenvolvido um extenso trabalho comunitário.

A homenagem foi acompanhada pelos filhos da professora, o ex-deputado Carlos Araújo e seu irmão Paulo Ricardo Araújo, pelos netos Paula, Lenice, Lara, Luis, Rodrigo e Leandro e pelo bisneto Gabriel.  O ex-deputado agradeceu em nome da família, lembrando do orgulho de todos com a homenagem.

Mensagem – Durante a cerimônia, foi lida uma mensagem da presidente Dilma Rousseff, em que destacou sua alegria em receber a notícia da inauguração. “Me alegra por duas razões: por abrir novos horizontes a essas crianças com cuidados especializados que serão um diferencial no futuro e por ter sido ela uma mulher extraordiária, pela qual tenho maior respeito e afeto.” O repasse de recursos, destacou a presidente, simboliza o compromisso do governo federal com o Rio Grande do Sul e o município. Além disso, trata-se também de um compromisso do governo com um maior autonomia das mulheres que poderão trabalhar com segurança. “Que o exemplo de educação de dona Marieta continue incentivando a todos e que lhes abra muitas oportunidades de sucesso.

Sobre a escola – A instituição de ensino é conveniada à Secretaria Municipal de Educação (Smed) e tem capacidade para atender a 160 crianças, com idades de zero a cinco anos e 11 meses. O prédio abriga oito salas de aula destinadas a dois berçários, quatro maternais e duas turmas de Jardim. No pátio, há uma área coberta com espaço para um pequeno anfiteatro, refeitório, e uma pracinha com duas casinhas de bonecas, túnel e escorregador. Um laboratório de informática, uma sala para atividades multiuso e um lactário ainda serão implementados.

Investimento – Foram investidos R$ 1,58 milhão, boa parte obtida junto ao Ministério da Educação, por meio do Fundo de Desenvolvimento da Educação (FNDE), da segunda fase do Plano de Aceleração do Crescimento (PAC II) do governo federal.

Fonte: Portal da Smed/PoA.