quinta-feira, 16 de abril de 2015

Lançado o Catálogo do Museu de Percurso do Negro em Porto Alegre

Foto Divulgação Sofia Cavedon
O Grupo de Trabalho Angola Janga, o Ministério da Cultura e a Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial lançaram nesta quarta-feira (15/4) o catálogo da etapa IV do Museu de Percurso do Negro em Porto Alegre.

Para a vereadora Sofia Cavedon (PT), que participou do evento realizado no Santander Cultural, o Museu do Negro tinha que ser a céu aberto, antes invisibilizado em Porto Alegre, como de resto no Brasil, último país do mundo a proibir a escravização. “Há tanto a reparar”, afirma a vereadora.

Arte de Vinícius Vieira 
Quando presidiu a Câmara Municipal de Porto Alegre, Sofia promoveu a caminhada no Percurso do Negro, no Centro Histórico da cidade. Na época a parlamentar já dizia: “o Percurso do Negro é muito importante, pois leva à sociedade a luta e a história desse povo, que ainda hoje sofre com o preconceito e a discriminação racial. O negro nunca foi visto como construtor da identidade do gaúcho. Sempre nos foi passada a ideia preconceituosa de que somente as culturas de origem branca, como a alemã, a italiana, a espanhola e outras, eram as formadoras da comunidade gaúcha”, destacou a vereadora.

O Museu de Percurso do Negro em Porto Alegre é um projeto que busca visibilizar a comunidade afrobrasileira com a instalação de obras de arte em espaços públicos da cidade.