sexta-feira, 29 de maio de 2015

Municipários da capital decidem permanecer em greve

Categoria considerou insatisfatória a nova proposta da prefeitura

Foto Marta Resing
Acompanhando as negociações entre a categoria municipária e o governo municipal, a vereadora Sofia Cavedon (PT) participou pela manhã desta quinta-feira (27) da reunião com o vice-prefeito e à tarde na assembleia geral dos servidores. Conforme a parlamentar, “a categoria municipária está unida e forte. É preciso avançar, Prefeito!

 Deliberações

Na assembleia da categoria ficou deliberado que a reunião de negociação, marcada para esta sexta (29), deve avançar na construção de diretrizes do PL que corrige o efeito cascata, para ser avaliada em assembleia geral e o reajuste deve ser integral sem perdas do parcelamento.

Foto Guilherme Santos/Sul21
A categoria exige que as diretrizes do Projeto do efeito cascata sejam apresentadas ainda durante a greve; que não haja retaliações pelos dias paralisados e a criação de um conselho gestor paritário para acompanhar a questão do plano de saúde e a reposição salarial da inflação sem parcelamento.

Agenda de Mobilização

Sexta-feira – 29 de maio
- 9h - Concentração dos municipários em frente ao prédio da Prefeitura, na Avenida Siqueira Campos.
- 13h - Municipários integram as manifestações junto com as centrais sindicais no Dia Nacional de Manifestações e Paralisações Contra Terceirização, Medidas Provisórias 664 e 665 e o Ajuste Fiscal - em defesa dos direitos e da democracia.
- 15h30min - Reunião da Comissão de Negociação dos Municipários com o governo.

02 de Junho – Terça-feira
- 08h30min, Nova assembleia geral no Centro de Eventos do Parque Harmonia.

Municipários da Educação
- 15h - Plenária na segunda-feira  - 01 de junho, no Simpa

Com informações dos Portais da Atempa e do Simpa.