segunda-feira, 1 de junho de 2015

5º Congresso: PT/RS aprova Resoluções de política econômica, de reforma política, de lutas sociais

Foto Divulgação PT/RS
O PT/RS realizou a Etapa Estadual do 5º Congresso no sábado (30), na Câmara de Vereadores em Porto Alegre, reunindo 250 delegados e delegadas. O PT gaúcho aprovou, entre outras resoluções, uma forte determinação para a economia do País baseada no princípio de que as correções necessárias sejam direcionadas às camadas mais favorecidas da sociedade, na taxação das grandes fortunas, na reforma tributária progressiva, na garantia do direito dos trabalhadores, na manutenção dos direitos sociais, e na criação de mecanismos de participação popular.

Assim, será encaminhado ao 5º Congresso proposta que aponta por uma reorientação imediata da política iniciada pelo governo no mês de janeiro, entre as propostas, a retomada de políticas de estímulo ao crescimento econômico, na redução das taxas básica de juros, a revisão das isenções e benefícios fiscais que não tenham a contrapartida a garantia da manutenção e criação de empregos.

Foto Divulgação Sofia Cavedon
Os petistas ainda debateram e aprovaram resoluções que conclamam os movimentos sociais, sindical e seus militantes a irem às ruas lutar pela derrubada do PL 4330, “um retrocesso no mundo do trabalho”, defendendo o Veta Dilma, reafirmando a aprovação do fim do fator previdenciário, e chamando a mobilização contra a redução da maioridade penal e as mudanças no Estatuto do Desarmamento.

Os delegados e delegadas aprovaram ainda um calendário de conferências para o próximo período de 2015, envolvendo a base petista em debates que propõe desafios importantes para enfrentar a luta política e ampliar o diálogo entre os militantes. Em agosto, a Conferência Eleitoral para definir Diretrizes Gerais para programas de governo e Políticas de Alianças para as eleições 2016; e a Conferência dos Setoriais do partido. Para setembro, a Conferência Estadual de Comunicação do PT/RS.

Fim da contribuição empresarial

Foto Divulgação Sofia Cavedon
PT gaúcho reafirmou sua determinação de incluir na Reforma Política que defende, o fim da contribuição empresarial a partidos e campanhas eleitorais. Em sua Resolução afirma, “Para avançar na democracia, combater a corrupção e tornar nosso sistema mais representativo, uma reforma comprometida: a transparência dos processos eleitorais; com a redução e o controle rigoroso dos gastos de campanha; a proibição do financiamento empresarial a partidos e campanha eleitorais; o fortalecimento dos partidos por meio do voto em lista; a instituição de mecanismos que promovam a presença de novos atores na política, como é o caso das mulheres, negros e outras categorias sociais que hoje são absolutamente minoritárias na composição do Congresso Nacional.

Fonte: Portal do PT/RS.

Veja também:
Plenária do Mandato aprova documentos para o 5º Congresso Nacional do PT