quarta-feira, 15 de julho de 2015

Presidente Dilma inaugura a ponte Anita Garibaldi, em Laguna

Foto Marco Favero/Agencia RBS
Dilma inaugura ponte que integra regiões Sul e Sudeste, desafoga trânsito e promove turismo

Rodovias - Com 2,83 quilômetros, a obra é uma das maiores do Brasil e vai melhorar o tráfego de veículos entre os estados das regiões Sul e os do Sudeste

A presidente Dilma Rousseff esteve em Laguna (SC), nesta quarta-feira (15), para inaugurar uma das principais obras de transporte no Brasil. Os 2,83 quilômetros da ponte Anita Garibaldi vão melhorar consideravelmente o fluxo de veículos na rodovia BR 101, que liga os estados da região Sul ao Sudeste.

Foto Portal Planalto 
Superamos todos os entraves que no Brasil há para se realizar obras de infraestrutura”, disse a presidente, que esteve no local em maio de 2012 para assinar a ordem de serviços dos trabalhos. “Temos de ter no Brasil infraestrutura de qualidade para poder desenvolver indústrias, para poder garantir empregos e para poder garantir a segurança do tráfego para a população.

Segundo Dilma, a obra da ponte Anita Garibaldi saiu num prazo de tempo mais curto graças à parceria da União com o governo estadual e ao Regime Diferenciado de Contratações (RDC). O modelo do RDC permite que um projeto tenha um processo simplificado e mais ágil para sair do papel.

"Fizemos um grande esforço, utilizamos uma sistemática simplificada, o RDC, mas também usamos a colaboração, também a colaboração entre o governo federal e o governo [estadual]", afirmou.

Em seu discurso, a presidenta citou os projetos de rodovias em Santa Catarina que serão concedidos à iniciativa privada no Programa de Investimentos em Logística (PIL). Só no estado, devem ser investidos R$ 6,4 bilhões em três trechos. Também estão previstos R$ 4,5 bilhões de um projeto que envolve trechos de rodovias no Paraná.

Segundo ela, as concessões vão garantir o crescimento de Santa Catarina, que tem uma indústria forte. Os projetos incluídos no PIL são: as BRs 470 e 282, de Itajaí ao oeste do estado; a BR 280, de São Francisco do Sul a Porto União; e a BR 101, de Palhoça à divisa de Santa Catarina com o Rio Grande do Sul.

Retomada

Dilma usou a imagem das “pontes” para comentar o atual momento da economia brasileira que se encontra numa fase de ajustes para a retomada do crescimento.

Uma ponte, ela une, uma ponte fortalece, uma ponte junta energia, uma ponte permite que você supere obstáculos. O que nós queremos no Brasil, é que, entre nós, se construam pontes. Porque juntos nós somos capazes de superar todas as dificuldades.”, avaliou a presidenta.

Segundo ela, o Brasil se tornou mais forte nos últimos 13 anos, com melhor distribuição de renda, geração de empregos e crescimento da economia. “Podem ter certeza, o Brasil irá voltar a crescer, gerar cada vez mais pontes como essa, gerar empregos, contar com a sua população trabalhadora”, disse.

Fonte: Portal Brasil.