terça-feira, 18 de agosto de 2015

Em assembleia, professores do Estado aprovam greve por três dias

Foto Divulgação Sofia Cavedon
Sentir a categoria firme e unida é confortador diante de tantos ataques aos direitos básicos dos trabalhadores!Sofia Cavedon, vereadora do PT de Porto Alegre que esteve presente no encontro.

Cpers fala em "greve de alerta" e não descarta novas mobilizações

Em assembleia, professores do Estado aprovam greve por três dias

Foto Divulgação Sofia Cavedon
Os professores estaduais aprovaram, na manhã desta terça-feira, greve por três dias no Rio Grande do Sul. A paralisação foi confirmada em assembleia da categoria realizada no ginásio Gigantinho, em Porto Alegre. Após o evento, a categoria saiu em caminhada até o Largo Glênio Peres, no Centro da Capital, onde ocorre assembleia unificada de diversos sindicatos do Estado.

— A nossa força será parar e voltar em conjunto com todo o serviço público. Os servidores públicos do Rio Grande do Sul agora são um só — declarou a presidente do Cpers, Helenir Aguiar Schürer.

A oposição da entidade defendia greve por tempo indeterminado, mas a maioria dos professores aprovou paralisação somente até a sexta-feira. Segundo o sindicato, essa é uma “greve de alerta”, e não estão descartadas novas mobilizações caso ocorram novos parcelamentos de salários.

Foto André Ávila/CP
De acordo com o Corpo de Bombeiros, mais de 5 mil pessoas estiveram no Gigantinho para a assembleia dos professores.

Fonte: Portal do Diário Gaúcho.

Veja também:
Mais três categorias decidem por greve de três dias - Fiscais agropecuários anunciaram que vão paralisar na Expointer