quarta-feira, 16 de setembro de 2015

Duro, triste e de desanimar – Prefeito doa área da Cidade Baixa

Foto Marta Resing
Há pouco mais de um ano (abril de 2104) a vereadora Sofia Cavedon (PT) levava o vice-prefeito da capital, e representantes da Agapan e Chico Lisboa, ao terreno da Avenida Loureiro da Silva, 1955, que o prefeito José Fortunati deu para a iniciativa privada na tarde desta quarta-feira (16/9).

A base do governo na Câmara Municipal aprovou o projeto do Executivo que autoriza a permuta do terreno da Loureiro da Silva (1955) por imóveis particulares localizados na Avenida Diário de Notícias, para, conforme o projeto, implantação da rotatória entre as Avenidas Diário de Notícias, Icaraí e Wenceslau Escobar.

Foto Ederson Nunes/CMPA
Sofia lamenta a ação da prefeitura, que no local poderia ter ocupado essa importante área da Cidade Baixa com uma escola infantil, ou uma praça, ou com sedes para entidades como a Agapan e a Chico Lisboa, que hoje ainda continuam sem suas sedes fixas e tão necessárias para Porto Alegre.

Outra incoerência do prefeito, afirma a vereadora, é a ideia de fechar a Escola Porto Alegre (EPA) que atua com alunos(as) em situação de rua e é uma referência na área, para instalar no local uma escola infantil. “Dizendo que não tem área para construir para as crianças pequenas no Centro! Que cinismo! Porque não usou essa área doada para a iniciativa privada para construir uma escola infantil?”, questiona a parlamentar.

E a opinião dos cidadãos e cidadãs? Duro, triste e de desanimar. Seus votos de maioria na Câmara garantem estas barbaridades sem discussão com a sociedade, com OP ou com o Conselho do Plano Diretor”, completa a vereadora.