quinta-feira, 7 de abril de 2016

Sofia Cavedon repudia boletim do Banrisul que prega o impeachment da Presidenta

Foto Leonardo Contursi/CMPA
vereadora Sofia Cavedon, líder da bancada do PT, repudia a atitude do Banrisul de enviar um informativo eletrônico - Afinidade, edição de abril/2016 -, para os clientes, defendendo o impedimento da presidenta Dilma Rousseff. A publicação considera positivo o: “aumento das chances de uma interrupção do mandato presidencial”.

Para Sofia a atitude do Banrisul caracteriza a utilização da máquina pública para a defesa de interesses partidários e golpistas, o que afronta a moralidade da administração pública.
A CUT-RS, a Fetrafi-RS e o Sindicato dos Bancários de Porto Alegre questionaram nesta quinta-feira (7) o posicionamento político da diretoria do Banrisul, nomeada pelo governador José Ivo Sartori (PMDB), escrito no boletim, disponibilizado eletronicamente aos clientes do banco.

Ainda pela manhã, a página na Internet em que constava o Informativo Afinidade foi retirada do ar.

Leia também:
Diretoria do Banrisul toma partido, defende o impeachment e o ataque aos direitos dos trabalhadores