sexta-feira, 6 de maio de 2016

Municipários/as de Porto Alegre iniciam luta pelo reajuste salarial

Foto ‎Lupe Menezes
A vereadora Sofia Cavedon (PT) participou da assembleia geral, realizada na quinta-feira (5), dos/as municipários/as de Porto Alegre que aprovaram a pauta de reivindicações da campanha salarial 2016, onde lutam, além do reajuste da inflação (IPCA integral do período de maio de 2015 a maio de 2016), pelo reconhecimento do percentual de 9,44% de perdas acumuladas com o pagamento parcelado da reposição do ano passado e aumento do vale-alimentação para R$ 25,00.

Os municipários/as também deliberaram seu posicionamento contra o golpe político em curso no País e contra os ataques aos direitos dos trabalhadores. Foi aprovada a constituição do Comitê dos Municipários e Municipárias em Defesa do Serviço Público, das Liberdades Democráticas, pela Manutenção das Conquistas Sociais, Direitos Trabalhistas e Contra o Golpe.

Foto Simpa
Após a assembleia, foi realizada caminhada, com ato em frente ao Tribunal de Justiça do RS, em defesa das leis que corrigem o efeito cascata sem perdas, seguindo até o Paço Municipal, para entrega formal da pauta de reivindicações ao Comitê de Política Salarial da Prefeitura.

 Pauta de reivindicações

A pauta da data-base 2016 foi construída nas diversas assembleias dos setores de trabalho. Ainda no ponto econômico salarial, constam as seguintes reivindicações:

– Cumprimento do Acordo de Greve de 2015, que previa a publicação e pagamento em março de 2016 da progressão funcional biênio 2010/2012, incluindo um cronograma de pagamento para o passivo e as perdas do período;

– abertura de edital para progressão funcional relativa ao biênio 2013/2014;

– retomada da venda da licença prêmio e direito a gozo;

– retomada da venda de férias e flexibilização da quantidade de dias nos parcelamentos;

– Concessão de gratificação aos departamentos, secretarias e fundação que ainda não tenham sido contemplados (FASC, DMLU, DEMHAB, Governança, SMOV, SMAM, SMURB, SMIC, SME, SMDH, SMC, DEP, SEDA, Comunicação, monitoras e funcionários de escola, técnicos nas assessorias SMED, aposentados e celetistas), de modo a estabelecer a isonomia salarial, tanto do que se refere ao valor, quanto no que se refere ao tempo para incorporação para fins de aposentadoria.

Foto Simpa
Confira o documento Pauta de Reivindicação 2016 na íntegra. 

 Mobilização

10/5 – 12hJornada de Lutas dos Trabalhadores contra os Ataques e Defesa dos Direitos, na Esquina Democrática, onde será distribuída carta aberta denunciando a precarização dos serviços públicos. Também será organizada panfleteação nas comunidades.

19/5 Ato Público da Campanha Salarial, no Paço Municipal (concentração às 9h), para cobrar uma resposta efetiva do governo à pauta de reivindicações.

25/5 – 14h – , Assembleia Geral dos Municipários/as no Centro de Eventos do Parque Harmonia.

Fonte: Portal do Simpa.