quarta-feira, 8 de junho de 2016

Projeto Cultura Doadora da Ecarta é destaque na Câmara

O período de Comunicações Temáticas da Sessão Ordinária da tarde desta quarta-feira (8/6) na Câmara Municipal de Porto Alegre discutiu o projeto Cultura Doadora, que é promovido pela Fundação Cultural e Assistencial Ecarta e tem como objetivo estimular a solidariedade e difundir a cultura de doação de órgãos e tecidos na sociedade.

Foto Guilherme Almeida/CMPA
O presidente da Fundação Ecarta, entidade instituída pelo Sindicato dos Professores do Ensino Privado do Rio Grande do Sul (Sinpro/RS), Marcos Fuhr, falou sobre o projeto e afirmou que ele tem o intuito de sensibilizar a sociedade gaúcha e brasileira. “Estamos longe do índice de doação de países mais desenvolvidos, por isso queremos instituir no Brasil uma cultura de doação de órgãos e tecidos” disse Fuhr.

Foto lson Sempé Pedroso/CMPA
Responsável pela Central de Transplantes do Rio Grande do Sul, o médico Cristiano Franke parabenizou a Ecarta pela iniciativa e reiterou sua importância. “Uma doação significa ajudar alguém a voltar a ter uma vida normal”. O músico gaúcho King Jim, que realizou um transplante de fígado, frisou que o tema deve ser tratado pelas famílias e pelas escolas. “Muitas pessoas sequer têm informações sobre isso, por isso o assunto deve ser discutido, pois a fila para doação é muito grande” alegou.

A vereadora Sofia Cavedon (PT), que propôs o tema, ressaltou a importância das campanhas de doação de órgãos e sugeriu que sejam realizadas na Câmara Municipal. “Vamos fazer todos os esforços para inverter essa fila, para que tenham mais órgãos à disposição do que pessoas que necessitam deles”.

Leia a íntegra da matéria no Portal da CMPA.