sexta-feira, 10 de junho de 2016

Segurança em Porto Alegre – Vereadora Sofia apresenta propostas

Foto Matheus Piccini/CMPA
Duas Indicações que tratam sobre a questão da segurança em Porto Alegre, de iniciativa da vereadora Sofia Cavedon (PT), serão votadas esta semana na Câmara Municipal da capital.

Sofia solicita ao Prefeito que a EPTC não multe os veículos que avançarem o sinal vermelho, em baixa velocidade, no período noturno, enquanto perdurar a crise da segurança pública na capital. 

Sinal Vermelho no período noturno

Conforme a vereadora Porto Alegre vive uma grave crise na segurança pública, que coloca em risco a vida dos cidadãos. Conforme dados da Secretaria de Segurança Pública, em 2015, ocorreram, em Porto Alegre, 584 homicídios dolosos, 4.206 furtos de veículos e 9.480 roubos de veículos. Muitos desses roubos e homicídios certamente ocorreram no período noturno, envolvendo motoristas que pararam no semáforo.

Por isso, enfatiza a parlamentar, propomos que a EPTC não multe os veículos que avancem o sinal vermelho, em baixa velocidade, no período noturno. Ressaltamos o critério da baixa velocidade, para preservar a segurança dos pedestres e dos demais veículos em circulação nas vias públicas. Tal medida tem um caráter excepcional, devido a crise na segurança pública vivida pelo Rio Grande do Sul e com forte repercussão na capital dos gaúchos.

 A proposta, destaca Sofia, não pode ser confundida com licença para dirigir de forma irresponsável, que coloque em risco a vida dos demais motoristas e pedestres. Esta indicação tem o sentido de preservar a vida, diminuindo a exposição dos motoristas e passageiros a situações de risco.

Instalação de mais equipamentos no Centro Integrado

Foto Júlio Cordeiro/Agencia RBS
A outra proposta de iniciativa da vereadora requer que a prefeitura instale, junto ao Centro Integrado de Emergências da Secretaria de Segurança Pública do Estado do Rio grande do Sul, células da EPTC, do SAMU e da Guarda Municipal.

Segundo Sofia, por ocasião da Copa do Mundo de Futebol o Governo Federal investiu na Construção de um moderno Centro de Monitoramento de Emergências, para onde são direcionadas todas as chamadas feitas através do Telefone 190. O Centro conta com computadores, conexão com 700 câmeras de vídeo monitoramento e telões, tudo em pleno funcionamento na Secretaria de Segurança Pública,a serviço da população.

No entanto, frisa a vereadora, a saída dos órgãos do município do Centro Integrado, após a Copa de 2014, retarda procedimentos que poderiam ser instantâneos, salvando vidas e otimizando os recursos. Esta demanda é do próprio comando do Centro Integrado e tem sido apresentada por comunidades que se organizam na busca por segurança.

Leia a íntegra das Indicações: