terça-feira, 5 de julho de 2016

Cece constata problemas estruturais e falta de funcionários no Atelier Livre Xico Stockinger

Foto Guilherme Almeida/CMPA
A falta de estrutura e de pessoal foi pauta na visita nesta terça-feira (05/7), da Comissão de Educação, Cultura, Esporte e Juventude (Cece) ao Atelier Livre Xico Stockinger, da Prefeitura, localizado no Centro Municipal de Cultura, Arte e Lazer Lupicínio Rodrigues.

O Atelier também abriga o Teatro Renascença, a Biblioteca Pública Municipal Josué Guimarães e a sala Álvaro Moreyra. O local, com 56 anos de história, enfrenta problemas como fiação elétrica antiga, falta de mesas e cadeiras, cupins nos assoalhos e carência de professores.

Foto Guilherme Almeida/CMPA
A assistente administrativa Rejane Silva afirmou que o maior problema do Atelier é a falta de concursos públicos para professores de artes: “A nossa demanda é por um novo concurso para professores de gravura, desenho, cerâmica, pintura, entre outros. A equipe está com dez professores, e metade deles está para se aposentar”. Rejane disse ainda que grandes nomes das artes plásticas do estado estudaram ali, como Vasco Prado e Xico Stockinger, este último, por iniciativa da vereadora Sofia Cavedon (PT), dando nome ao Atelier Livre - Lei 11.383/12.

A professora Ana Flávia declarou que não há novos concursos na instituição há dez anos, e afirmou: “Existem poucas escolas como esta no Brasil, mas a cidade não a conhece e, portanto, não a valoriza. A produção de cultura é essencial, não um adorno social.”

Foto Guilherme Santos/PMPA
A vereadora Sofia lamenta os enormes problemas que enfrenta de infra estrutura e pessoal, pois “o Atelier acaba sendo o único lugar público da cidade para onde se pode encaminhar os artistas”, enfatizou a vereadora.  

Foi encaminhada pela comissão uma Indicação para o Executivo solicitando os reparos necessários no local.

Leia a integra da matéria no Portal da CMPA

Saiba mais sobre o Atelier Livre Xico Stockinger