sexta-feira, 29 de julho de 2016

Fazenda Arado Velho – Moradores seguem na luta pela sua preservação

Foto Gabinete
A vereadora Sofia Cavedon, líder da Bancada do PT e de Oposição na Câmara Municipal de Porto Alegre, continua junto na luta contra a especulação imobiliária na Zona Sul da capital.

Esta semana Sofia participou de mais uma reunião com Moradores do Preserva Belém Novo, do Coletivo Ambiente Crítico e representantes do Centro de Direitos Econômicos e Sociais (CDES), na tentativa de impedir que área ambiental protegida se torne condomínio de luxo em Belém Novo.

Proposto pelo prefeito Fortunati e seu vice, Sebastião Melo, a Fazenda do Arado Velho, reduto natural com áreas de Mata Atlântica e bioma gaúcho com 400 ha na Zona Sul, poderá  se transformar em um condomínio de luxo com mais de 2 mil residências. “O governo Melo/Fortunati deu Regime Urbanístico para construir em áreas alagáveis”, destaca a vereadora.

A Fazenda Arado Velho, em Belém Novo, corre o risco de ser aterrada com mais de 1,5 milhão de m³ de solo para permitir a construção de mais de 2.300 casas em um condomínio de luxo na região. Com a obra, além da vegetação nativa, a área perderia também os banhados permanentes e sazonais que absorvem a água da chuva, o que traria problemas de escoamento e, consequentemente, alagamentos nas regiões do entorno.

O anúncio do projeto ocorreu cerca de duas semanas após o “retorno oficial” da Zona Rural (que inclui o bairro Belém Novo) em setembro de 2016. Mas as expectativas dos moradores de ver a região mais protegida foram frustradas com as alterações no Plano Diretor, que permitiram que o projeto de construção de condomínios no bairro ganhasse forma.

No momento, existem dois inquéritos civis no Ministério Público Estadual e um no Ministério Público Federal julgando a legalidade do projeto apresentado pelo empreendimento. Um grupo de moradores locais, que conta com apoio de ambientalistas e pesquisadores da UFRGS, se organiza para defender a preservação da área e torná-la uma Unidade de Conservação do meio ambiente, história, cultura e arqueologia (na Fazenda do Arado Velho, existe um sítio arqueológico de alta relevância cadastrado no IPHAN).

Mais informações sobre o grupo de proteção da Fazenda Arado Velho podem ser encontrados no Facebook (Preserva Belém Novo).

Com informações do Portal do Jornalecão

Veja também:
Fazenda Arado Velho ameaçada pela especulação imobiliária