quinta-feira, 8 de setembro de 2016

Associação Artística e Cultural da Periferia é declarada de utilidade pública

Foto Matheus Piccini/CMPA
A Câmara Municipal de Porto Alegre aprovou na sessão desta quinta-feira (8/9) Projeto de Lei do Legislativo nº 128/16, de autoria da vereadora Sofia Cavedon (PT), que declara de utilidade pública a Associação Artística e Cultural da Periferia. Segundo Sofia, a associação atua no desenvolvimento cultural da comunidade do Bairro Restinga e preenche todos os requisitos legalmente necessários para a obtenção do reconhecimento como de utilidade pública.

A Associação Artística e Cultural da Periferia foi fundada em 2007 com o intuito de fomentar as atividades culturais e artísticas na periferia de Porto Alegre. Ela reúne artistas da periferia que exercem atividades no Rio Grande do Sul; representa e defende os interesses de seus associados em órgãos públicos e privados que sejam afeiçoados às atividades culturais; aperfeiçoa os associados mediante intercâmbio de ideias, experiências, conhecimentos, organização de cursos, debates, conferências, congressos, seminários, mostras, concursos e festivais; e promove convênios técnicos, culturais, artísticos e sociais, conforme o estatuto da instituição.

Atualmente, a Associação Artística e Cultura da Periferia participa do Conselho Municipal de Cultura, do Conselho Estadual de Cultura, do Fundo Municipal de Apoio à Produção Artística e Cultural (Fumproarte), da Comissão de Cultura da Restinga, do Orçamento Participativo, do Museu da Periferia, da Semana da Restinga, do Multimeios, do Fórum Social Mundial e do Ponto de Cultura. A instituição luta pela criação de um centro cultural no Bairro Restinga, onde fica sua sede.

Fonte: Portal da CMPA.