segunda-feira, 7 de novembro de 2016

Moção de Repúdio à Reforma do Ensino Médio foi aprovada na Câmara de Porto Alegre

Foto Ederson Nunes/CMPA
Moção de Repúdio à implantação da Reforma do Ensino Médio através de Medida Provisória, como está sendo proposto foi aprovada na sessão plenária desta segunda-feira (07) com apenas um voto contrário.

Para a autora da iniciativa, vereadora Sofia Cavedon, que atua na área, a implantação da Reforma do Ensino Médio através de Medida Provisória é um desrespeito aos educadores e a comunidade escolar. “A medida tem um caráter autoritário, que lembra a Reforma do Ensino da Ditadura Militar, e atropela iniciativas do próprio Governo Federal para qualificar o Ensino Médio como o Programa Ensino Médio Inovador e o Pacto Nacional pelo fortalecimento do Ensino Médio”, enfatiza a vereadora.

Segundo soia, o Ensino Médio passa por uma crise e é visto por parcelas da juventude como uma etapa que repete conteúdos do Ensino Fundamental, deixando de ter sentido. “Este quadro leva u m número significativo de jovens a não ingressarem no Ensino Médio ou a se evadirem, após o ingresso nesta Etapa da Educação Básica”, salienta a parlamentar.

Sofia destaca que a solução para esta crise é passar por um amplo diálogo com os educadores, pesquisadores, pais e estudantes. “Só uma solução democrática, que incorpore as experiências em andamento, será capaz de superar a crise existente e incorporar os jovens que estão fora da escola”, afirma ela no documento.

A moção será encaminhada à Presidência da República, Ministério da Educação, Conselho Nacional de Educação, Conselho Nacional de Secretários de Educação, Conselho Estadual de Educação do Rio Grande do Sul, Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação, Cpers - Sindicato e Sinpro/RS.